Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ABERTURA: O que esperar dos mercados nesta sexta-feira?

Data de criação:

access_time 28/05/2021 - 07:30

Data de atualização:

access_time 27/05/2021 - 20:28
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As principais bolsas de ações encerraram as negociações divididas. Porém, os dados econômicos dos Estados Unidos fizeram preços. Os temas vacinas e avanço de coronavírus não saíram do radar.

No mercado doméstico, a bolsa de valores de São Paulo flertou com os 125 mil pontos, com a expectativas elevadas para as reformas e com o ministro da Economia, Paulo Guedes, abandonando a proposta de criar mais um imposto.

O dia também foi de atenção para os números do desemprego no Brasil, com a pesquisa PNAD Contínua do IBGE surpreendendo negativamente. A CPI da Covid-19 também ficou no destaque do dia.

Quase na reta final do mês de maio, a agenda de hoje está carregada.

ÁSIA:

O Japão divulgou ontem a noite os dados da Inflação de Tóquio e os níveis de Desemprego.

EUROPA:

Na Zona do Euro será apresentado o Indicador da Confiança Econômica. Na Alemanha serão apresentados os Preços das Importações. A França apresenta o Consumo Expandido e também a preliminar da Inflação.

ESTADOS UNIDOS:

Nos Estados Unidos, o Census vai apresentar a Balança Comercial, a Renda Pessoal, o Deflator da PCE, o Índice PMI de Chicago e a Confiança do Consumidor da Universidade de Michigan.

BRASIL:

A FGV/IBRE apresenta o IGP-M e o Indicador da Incerteza da Economia do Brasil. O Banco Central do Brasil divulga a Política Monetária e as Operações de Crédito. A ANEEL divulga a Bandeira Tarifária para junho.

Bom dia e bons negócios!

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?