Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa corrigem e voltam para o azul

Data de criação:

access_time 13/05/2021 - 14:37

Data de atualização:

access_time 13/05/2021 - 14:37
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de valores da Europa caíram nesta quinta-feira (13/05), com as ações das mineradoras corrigindo do exagero da sessão anterior. A inflação dos Estados Unidos ainda ficou no radar.

Índices: o índice Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,14% aos 437.32 em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,59% aos 6.963; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em alta de 0,33% aos 15.199; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,14% aos 6.288; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,14% aos 24.486; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,46% aos 8.966; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em alta de 0,20% a 5.113.

O índice pan-europeu ficou em queda marginal, depois de perder força no início da semana.

Nesta sessão, o índice de recursos básicos caiu 3,0%, liderando as quedas entre os setores europeus, enquanto os preços do petróleo e do gás recuaram.

As ações das montadoras recuaram nas negociações de hoje. Na contramão ficaram as ações de serviços públicos, saúde e telecomunicações subiram.

Em dia de agenda global vazia, as atenções estavam voltadas para as declarações de membros dos bancos centrais da França, Alemanha e Reino Unido.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Londres ficaram as da M&G, alta de 4,18%, as da SSE , alta de 2,52%, London Stock, alta de 1,61%, e as da Ocado Group, alta de 1,39%. Na contramão ficaram as ações da BT, queda de 5,92%, Rio Tinto, queda de 4,12%, BHP, queda de 3,97%, Fresnillo, queda de 3,10%, as da Glencore, queda de 2,61%, e Antofagasta, queda de 2,28%.

*Tradução ID com relatórios e Reuters Internacional

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?