Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa devolvem com pandemia no destaque

Data de criação:

access_time 14/07/2020 - 14:26

Data de atualização:

access_time 14/07/2020 - 14:26
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas da Europa recuaram nesta terça-feira. Os investidores estavam digerindo os dados econômicos apresentados hoje, enquanto acompanhavam as reações da pandemia de coronavírus no mundo. O temor toma conta dos Estados Unidos, com a Califórnia voltando para o isolamento social.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 ficou em queda de 0,84% aos 367.40 pontos em Londres; o índice FTSE100, bolsa de Londres, ficou estável aos 6.179 pontos; o índice DAX30, bolsa de Frankfurt, ficou em queda de 0,80% aos 12.697 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 0,96% aos 5.007 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,62% aos 19.879 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 1,01% a 7.352 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,51% a 4.450 pontos.

Nesta sessão, a queda do índice pan-europeu se deu com as ações de tecnologia, recuo de 2,7%, ainda na carona com o Nasdaq, que caiu mais de 2% no fechamento desta segunda-feira.

Ainda pesou no humor do investidor europeu a decisão do governador da Califórnia, EUA, Gavi Newsom, em manter novamente os bares, restaurantes, shoppings, lojas, cinemas, entre outras empresas, fechados para tentar conter a onda de infecções por coronavírus.

Os indicadores da Alemanha, Reino Unido, da União Europeia e Zona do Euro ficaram entre os destaques, com as expectativas elevadas para a reunião do Banco Central Europeu na quinta-feira.

Na Europa, em maio de 2020, quando os Estados-Membros começaram a atenuar as medidas de contenção do COVID-19, a produção industrial, ajustada sazonalmente, aumentou 12,4% na Zona do Euro e 11,4% na União Europeia, em comparação com abril de 2020, segundo estimativas do Eurostat, o escritório de Estatísticas da União Europeia.

Em abril de 2020, a produção industrial caiu 18,2% na EA 19 e na EU 27. Em maio de 2020, em comparação com maio de 2019, a produção industrial diminuiu 20,9% na EA19 e 20,5% na EU 27.

Veja mais detalhes aqui

*Por Ivonéte Dainese de relatórios oficiais e com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?