Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa encerram novembro no vermelho

Data de criação:

access_time 30/11/2020 - 16:18

Data de atualização:

access_time 30/11/2020 - 16:18
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de ações da Europa encerraram novembro em realização de lucros, com o índice pan-europeu marcando o maior ganho mensal desde o início da flexibilização. Entretanto, o que mais animou os investidores foram as informações sobre vacinas e, ao mesmo tempo, mantiveram as esperanças para um acordo sobre o Brexit.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,98% aos 389,36 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em alta de 0,07% aos 6.367 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em queda de 0,33% aos 13.291 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 1,42% aos 5.518 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 1,30% aos 22.060 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 1,39% aos 8.076 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 1,01% a 4.604 pontos.

Em Londres, a bolsa ficou perto da estabilidade com as expectativas para o acordo comercial entre o Reino Unido e a União Europeia. No último sábado (28), o primeiro-ministro Boris Johnson e a presidente da Comissão da UE, Ursula von der Leyen, conversaram sobre as negociações, já que faltam apenas cinco semanas para o prazo final do Brexit.

Ainda ficou no radar a expectativa de uma política comercial mais conciliadora com o novo governo dos Estados Unidos, Joe Biden.

Ainda pesou a informação de que a Moderna vai pedir autorização de emergência para sua vacina candidata no combate do coronavírus junto a FDA nos Estados Unidos.

Em Londres, as ações da BP caíram 5,80%, as da Royal Dutch Shell caíram 5,35% e as da Total recuaram 3,4%. A cautela do setor petroleiro ocorre com a incerteza que ronda a reunião da OPEP + aliados sobre estender ou não os cortes na produção. Os preços da commoditie seguem em queda e a reunião acontece essa semana.

Na Alemanha, a taxa de inflação, medida como a variação homóloga do índice de preços ao consumidor, deverá ser de menos 0,3% em novembro de 2020. Os dados são do Instituto Federal de Estatística (Destatis).

Na Itália, de acordo com estimativas preliminares, em novembro de 2020 a taxa de variação do índice de preços ao consumidor para todo o país (NIC) foi de menos 0,1% em uma base mensal e menos 0,2% em uma base anual (de menos 0,3% em outubro.Todos os dados são do Istat.

*Por Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?