Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa escorregam novamente com Itália e o coronavírus

Data de criação:

access_time 10/03/2020 - 15:26

Data de atualização:

access_time 10/03/2020 - 15:26
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

As bolsas de valores da Europa escorregaram novamente ao final das negociações desta terça-feira.  Os investidores bem que ensaiaram as compras ao longo da sessão, mas não encontraram suporte para seguir e voltaram para as liquidações. O foco central está no coronavírus, com a Itália em quarentena. Alguns indicadores econômicos ajudaram a despertar a aversão ao risco.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 ficou em queda de 1,14% aos 335.64 em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,09% aos 5.960; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em queda de 1,41% a 10.475; o CAC 40 (Paris) ficou em queda de 1,51% a 4.636; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 3,28% aos 17.870; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 3,21% a 7.461; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,69% a 4.237.

O índice Stoxx Europe 600 caiu, depois de recuar mais de 7% na sessão de ontem, a pior queda percentual em um dia desde a crise financeira de 2008 e o menor fechamento desde 2 de janeiro de 2019.

O FTSE 100 ficou estável, depois de cair quase 8% ontem para níveis vistos pela última vez quando os britânicos votaram pelo Brexit em 2016.

As ações italianas caíram forte, com o governo paralisando todo o país para impedir as infecções por coronavírus. Espera-se que as restrições sejam aplicadas com mais seriedade do que a restrição anterior na região norte atingindo 16 milhões de pessoas.

Outros governos estão se esforçando para superar os surtos, com a Espanha fechando escolas em duas regiões – Madri e uma província basca – a partir de amanhã (11).

Em Frankfurt, entre as ações com ganhos ficaram as do Deutsche Post, alta de 6,08%, as da SAP, alta de 1,74%, as da Daimler, alta de 1,66%, e as da Allianz, alta de 0,93%. Na contramão ficaram as ações da E.ON, queda de 4,65%, as da Vonovia, queda de 4,05%, as da RWE, queda de 3,71%.

Na bolsa de Paris, entre as ações com ganhos ficaram as da Societe Generale, alta de 2,97%, as da Renault, alta de 2,85%, as da Total, alta de 1,73%. Na contramão ficaram as ações da Credit Agricole, queda de 0,28%, as da TechnipFMC, queda de 10,08%, as da Vinci, queda de 6,14%, e as da Engie, queda de 4,90%.

Na Europa, o Produto Interno Bruto – PIB, ajustado sazonalmente, subiu 0,1% na Zona do Euro (EA19) e 0,2% na União Europeia (UE27) durante o quarto trimestre de 2019, em comparação com o trimestre anterior, de acordo com uma estimativa publicada pelo Eurostat, o escritório de estatística da União Europeia. No terceiro trimestre de 2019, o PIB cresceu 0,3% na EA19 e 0,4% na UE27. O resultado ainda contabilizou os números do Reino Unido.

Comparado com o mesmo trimestre do ano anterior, o PIB ajustado sazonalmente aumentou 1,0% na Zona do Euro e 1,2% na União Europeia no quarto trimestre de 2019, depois da alta de 1,3% e alta em 1,6%, respectivamente, no trimestre anterior.

Na Itália, o índice que mede a evolução mensal do volume de produção industrial (excluindo construção) avançou em janeiro, segundo os dados do Istat apresentados nesta terça-feira.

Em janeiro de 2020, o índice de produção industrial, ajustado sazonalmente, aumentou 3,7% em relação ao mês anterior. A variação da média dos últimos três meses em relação aos três meses anteriores foi de -0,9%.

Na França, no quarto trimestre de 2019, a criação líquida de empregos em folha de pagamento (Payroll) atingiu 90.800, ou seja, 0,4% depois da alta de 0,2% no trimestre anterior.

O emprego na folha de pagamento acelerou no setor privado com 88.800, depois da alta de 39.900, enquanto desacelerou no setor público em 2.100 empregos depois da alta de 9 mil.

Tradução ID de agências e relatórios internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?