Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Bolsas da Europa fecham a semana no azul

Data de criação:

access_time 11/06/2021 - 15:09

Data de atualização:

access_time 11/06/2021 - 15:09
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os investidores dos mercados acionários da Europa partiram para as compras nesta sexta-feira (11/06), depois de uma semana marcada pela cautela com os indicadores dos Estados Unidos e também com as expectativas para os bancos centrais.

Índices: o índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,65% aos 454.51 em Londres; o índice FTSE100, bolsa de Londres, ficou em alta de 0,65% aos 7.134; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,83% aos 6.600; o índice DAX-30, bolsa de Frankfurt, ficou em alta de 0,78% aos 15.693; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,31% aos 25.717; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 0,78% aos 9.205; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em alta de 0,82% aos 5.146.

O índice pan-europeu subiu e fechou a semana com valorização de 1,1%, com ações de bancos.

As mineradoras subiram no índice FTSE 100, bolsa de Londres, depois que os dados da indústria da Grã-Bretanha chegaram para o recorde 27,6% ante o ano anterior.

Os mercados ainda repercutiram a decisão do Banco Central Europeu em elevar sua perspectiva de recuperação econômica e prometendo manter um amplo fluxo de estímulos. A presidente do BCE, Christine Lagarde, afirmou que os membros concordaram em fazer mais compras de emergência no próximo trimestre “em um ritmo significativamente maior do que durante os primeiros meses do ano”, mas não deu mais detalhes.

O BCB prevê um crescimento econômico para a Zona do Euro em 4,6%, acima dos 4% projetados em março. As projeções de inflação também foram elevadas, com o BCE esperando alta de preços de 1,9% neste ano, em linha com a meta e acima da última projeção, de 1,2%.

Por fim, os dados do Bank of America mostraram que os fundos de ações tiveram entradas mínimas na semana até a quarta-feira, com os investidores cortando posições em ações dos Estados Unidos e adicionando algumas na Europa.

Entre as ações com ganhos na bolsa de Londres ficaram as da Melrose Industries, alta de 3,02%, as da Glencore, alta de 2,88%, as da Bunlz, alta de 2,21% e as da Entain, alta de 2,18%. Na contramão ficaram as ações da Informa, queda de 2,62%, BT Group, queda de 1,72%, e as da Coca-Cola, queda de 0,72%.

Veja indicadores da agenda europeia aqui

*Tradução ID de relatórios e agências

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?