Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Dólar sobe 1,5% na semana e avança na sessão para R$5,35

Data de criação:

access_time 21/05/2021 - 17:57

Data de atualização:

access_time 21/05/2021 - 17:57
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Depois de uma semana marcada pela volatilidade, o dólar comercial conseguiu fechar com valorização de 1,55%. O driver da semana foi o Federal Reserve, com a ata da última reunião divulgada na quarta-feira (19/05), e também com a inflação americana estressando os mercados.

Hoje, na bolsa de Nova York, o índice DXY ficou em alta, mas o Bitcoin escorregou mais de 10%. O mercado de moeda digital sentiu o impacto da fala do presidente do Fed, Jerome Powell, de que as criptomoedas representam riscos para a estabilidade financeira e indicou que uma maior regulamentação pode ser necessária.

Ainda por lá, na onda de correções ficaram as moedas europeias. Já o preço do ouro ficou estável.

Por aqui, no interbancário, o dólar comercial subiu 1,44% aos R$5,353 para a venda. O turismo subiu 1,29% ficando em R$5,503 para a venda.

O euro subiu 1,12% aos R$6,524 para a venda. A libra esterlina subiu 1,25% aos R$7,575 para a venda. O peso argentino subiu 1,49% aos R$0,057 para a venda.

Cenário externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes ante o dólar americano, subiu 0,21% a 90,00 pontos.

O euro caiu 0,39% a US$ 1.21281 e a libra caiu 0,27% a US$1.4151.

O preço do ouro ficou estável a US$ 1.881,50 a onça.

O Bitcoin caiu 10,59% aos US$ 36,015,78.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?