Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

FECHAMENTO: Volatilidade foi a palavra da semana….

Data de criação:

access_time 12/02/2021 - 21:27

Data de atualização:

access_time 12/02/2021 - 21:27
format_align_left 7 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os investidores dos mais importantes mercados de ações mantiveram a cautela nas negociações da semana. O lado bom ficou com números de várias empresas para esta temporada de resultados financeiros. Além disso, os indicadores econômicos apresentados na semana também contribuíram com os desempenhos dos índices principais, como a queda de 19 mil pedidos iniciais de auxílio-desemprego dos Estados Unidos.

Outro indicador importante foi o Produto Interno Bruto – PIB do Reino Unido referente ao mês de dezembro do ano passado, que subiu 1,2%, depois da queda livre de 2,3% de novembro.

No Brasil, o índice de Atividade Econômica, o IBC-BR também ficou positivo em 0,64% em dezembro, conforme mostrou o Banco Central. Porém, os demais indicadores não agradaram. “Mesmo com um resultado interessante para o IBC-BR, não podemos esquecer que as vendas no varejo caíram no mês de dezembro. Foi uma queda significativa e mostrando que a população brasileira, principalmente aquela que recebeu o auxílio emergencial, economizou diante do futuro incerto. A economia está fragilizada pela pandemia que assola o País, a dívida pública está elevada e as reformas estruturais estão paradas”, avaliou sócio da Monte Bravo Investimentos, Bruno Madruga.

De volta os resultados desta sexta-feira (12), com agenda global esvaziada, todas as bolsas de ações fecharam em campo positivo, mas sem exageros por conta dos feriados nos próximos dias.

Na bolsa de Nova York, por exemplo, os índices subiram e conseguiram manter os ganhos semanais. O ambiente mais tranquilo, já com o feriado do Dia do Presidente na segunda-feira (15), foi embalado pela aprovação do Congresso americano, sem a participação dos republicanos, de parte do pacote fiscal de US$1,9 trilhão. O presidente Joe Biden já pensa no restante, enquanto segue comprando mais vacinas para os americanos (ver em Wall Street).

Na Europa, os índices reagiram e fecharam no azul. A temporada de resultados segue animada por lá, bem como o processo de vacinação avançando. Na Itália, Mario Draghi conseguiu formar um governo de coalizão, o que pesou no humor do investidor da bolsa de Milão. Ainda hoje, a enxurrada de dados econômicos do Reino Unido ficou no radar, já que são referentes ao ano passado, ou seja, antes da saída definitiva do país da União Europeia.

Na Ásia, o dia foi de baixa liquidez, com quase todos os mercados asiáticos fechados pelos feriados. No Japão, como no restante do mundo, os investidores permaneceram atentos ao pacote fiscal dos Estados Unidos. Além disso, sem as demais operações, o dia foi de ajustes.

Por aqui, a bolsa de valores de São Paulo fechou em alta moderada. As declarações dos representantes do Congresso e do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a liberação da segunda etapa do auxílio-emergencial ficaram no foco. “ Confirmada a volta do benefício até junho foi interessante, porém, a desconfiança do mercado permanece com o risco fiscal. O país não suporta mais impostos e não sabemos de onde virão os recursos. Estamos apenas com um feriado pela frente, mas sem nenhum impedimento para que o Congresso possa retomar a agenda de reformas ao longo desse ano”, conclui Madruga.

Por fim, o dólar comercial fechou a semana em queda e na sessão.

Coronavírus:

O levantamento do Centro de Sistemas, Ciência e Engenharia da Universidade Johns Hopkins, Estados Unidos, mostra que são 108.092.202 casos confirmados de contágio pelo coronavírus no mundo, com 2.379.312 mortes e 60.527.597 pessoas recuperadas

Nos Estados Unidos são 27.482.451 casos confirmados, com 480.551 mortes. A plataforma não fornece resultado geral de pessoas recuperadas.

O Brasil, ainda pela plataforma do Johns Hopkins, são 9.713.909 casos confirmados, sendo que o número de mortes está em 236.201. São 8.682.773 pessoas recuperadas.

O levantamento é de 20h50 desta sexta-feira (12) pelo horário de Brasília.

Veja o comportamento dos mercados

Ásia: o índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,14% aos 29.520. O índice Sensex, bolsa de Mumbai, Índia, ficou estável aos 51.544 pontos. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,63% aos 6.806 pontos. O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific caiu 0,10%.

Europa: o índice Stoxx Europe 600 fechou em alta de 0,64% aos 414.00 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) ficou em alta de 0,94% aos 6.589 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) subiu 0,06% aos 14.049 pontos; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,60% aos 5.703 pontos; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,44% aos 23.410 pontos; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 0,22% aos 8.055 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 1,87% a 4.725 pontos.

Estados Unidos: o Dow Jones ficou em alta de 0,09% aos 31.458 pontos. O S&P subia 0,47% aos 3.934 pontos. O Nasdaq subia 0,50% aos 14.095 pontos. Na semana, o Dow Jones subiu 1%, o S&P 500 subiu 1,2% e o Nasdaq subiu 1,7%.

Brasil: o Ibovespa ficou em alta de 0,11% aos 119.429 pontos. Na semana, a queda foi de 0,67%. O giro financeiro ficou em R$24,61 bilhões.

Operaram com ganhos
CVC Brasil ON, alta de 5,57%; Bradespar PNA, alta de 3,03%; PetroRio ON, alta de 2,92%; TOTVS ON, alta de 2,33%; e Rumo ON, alta de 1,87%.

Operaram com perdas
Cielo ON, queda de 6,63%; Hapvida ON, queda de 2,38%; BTGP Banco UNT, queda de 2,33%; Copel PNB, queda de 1,91%; e Petrobras BR ON, queda de 1,77%.

Mais negociadas
Petrobras PN, alta de 1,28%; Vale ON, alta de 0,85%; ItauUnibanco PN, alta de 0,25%; B3 ON, queda de 0,76%; e ItauUnibanco PN, alta de 0,25%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 04 de janeiro de 2021 a 30 de abril de 2021, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Vale ON (11,330%), Itauunibanco PN (6,868%), Petrobras PN (5,909%), B3 ON (5,417%) e Bradesco PN (5,281%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou em alta de 0,30% a U$62,62 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em alta de 2,35% aos US$59,61 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

*O minério de ferro negociado no Porto de Qingdao está sem cotação a China em feriado até o dia 18.

Brasil: o dólar ficou em queda de 0,26% aos R$5,374 para a venda. Na semana, a queda foi de 0,17%. O turismo caiu 0,18% aos R$5,533 para a venda.

O euro ficou em queda de 0,38% aos R$6,511 para a venda. A libra ficou em alta de 0,14% aos R$7,441 para a venda. O peso argentino ficou em queda de 0,25% aos R$0,060 para a venda.

O Banco Central do Brasil fez leilão de swap tradicional com um lote de 16 mil contratos para rolagem e vencimentos em 01 de junho de 2021 e 01 de outubro de 2021.

Cenário Externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes ante o dólar americano, ficou estável a 90,45.

O euro ficou estável a US$ 1.2130 e a libra esterlina ficou m alta de 0,20% a US$1.3845.

O preço do ouro caiu 0,11% a US$ 1.824,80 a onça.

O Bitcoin subiu 2,02% a US$47,746,34.

*Por Ivonéte Dainese com relatórios e agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?