Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa azeda aos 118.328 pontos com vacinas e questão fiscal

Data de criação:

access_time 21/01/2021 - 19:10

Data de atualização:

access_time 21/01/2021 - 19:10
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O dia foi negativo para a bolsa de valores de São Paulo, depois de uma abertura em alta. A aversão ao risco foi embalada pelo cenário interno com o investidor atento ao processo de vacinação, na falta de matéria-prima da China para a fabricação de vacinas e o avanço da Covid-19 no País.

Pela manhã, um fato novo pesou no humor do mercado. Na Índia, parte do edifício do Instituto Serum, empresa que produz as vacinas com tecnologia da AstraZeneca com a Universidade de Oxford, pegou fogo, mas o local de estoque das vacinas ficou seguro, segundo o Times of Índia.

Agora, no final da tarde, o Ministério da Saúde do Brasil confirmou que 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca deverão deixar Mumbai ainda hoje e desembarcar no Rio de Janeiro amanhã (22).

Fora as vacinas, as questões fiscais e reformas também voltaram para as discussões no Congresso. Alguns parlamentares estão defendendo a volta do auxílio emergencial.

Entre as ações com ganhos ficaram as da PetroRio, B2W Digital e Copel. Na contramão ficaram as ações da Eletrobras, EZTEC e Cosan.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 1,10% aos 118.328. O giro financeiro ficou em R$31,24 bilhões.

“O mercado ficou descolado do cenário externo com as incertezas que rondam as vacinas e o avanço do coronavírus. O risco fiscal, com os ruídos sobre um novo pacote emergencial e que poderia furar o teto de gastos, bem como a necessidade urgente das reformas, acabaram por elevar ainda mais a pressão. O comunicado do Copom também chamou a atenção para esses temas. Embora a taxa Selic tenha ficado nos 2%, o mercado entendeu que o BCB poderá mexer com a taxa ainda no primeiro semestre. Alguns consideram que poderá ocorrer em maio. Por fim, as questões diplomáticas com a China também ajudaram na aversão ao risco. Os 125 mil pontos conquistados com o otimismo pela eleição americana estão bem distantes”, disse o economista-chefe de Messem Investimentos, Gsutavo Bertotti.

Operaram com ganhos
PetroRio ON, alta de 4,90%; B2WDigital ON, alta de 2,62%; Copel PNB, alta de 1,77%; Qualicorp ON, alta de 1,55%; e Hapvida ON, alta de 1,44%.

Operaram com perdas
Eletrobras PNB, queda de 6,15%; Eztec ON, queda de 5,44%; Cyrela Realt ON, queda de 5,35%; Eletrobras ON, queda de 5,15%; e Cosan ON, queda de 3,90%.

Mais negociadas
Vale ON, alta de 1,13%; Petrobras PN, queda de 2,34%; Suzano ON, queda de 0,71%; ItauUnibanco PN, queda de 1,35%; e Bradesco PN, queda de 1,43%.

Carteira Teórica

Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 04 de janeiro de 2021 a 30 de abril de 2021, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Vale ON (11,330%), Itauunibanco PN (6,868%), Petrobras PN (5,909%), B3 ON (5,417%) e Bradesco PN (5,281%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou em queda de 0,16% a U$56,01 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em queda de 0,41% aos US$53,02 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no Porto de Qingdao ficou em alta de 0,56% a US$171,51 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?