Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa começa julho no azul flertando com os 97 mil pontos

Data de criação:

access_time 01/07/2020 - 18:53

Data de atualização:

access_time 01/07/2020 - 18:53
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O apetite para o risco ganhou força nesta quarta-feira, com os investidores entrando no mês de julho com o pé direito. O Ibovespa sustentou a alta, depois do fechamento do trimestre com desvalorização em 30,17%, embora com ganho mensal de 8,75% e reduzindo as perdas no ano de 2020 agora para -17,80%.

Toda disposição na sessão de hoje se deu com os dados econômicos da agenda global, que estava carregada, revelando que a maioria dos índices Gerentes de Compras de Manufatura, IHS/Markit, ficou acima da média de 50,0. Além disso, os números do setor de trabalho dos Estados Unidos, divulgados pela empresa ADP, ficaram acima das projeções, embora com a COVID-19 pesando por lá.

Ficou também no destaque, a informação de que a Pfizer Inc e a BioNTech, da Alemanha, estariam com resultados avançados de uma vacina para a COVID-19. Os testes em humanos apresentaram resultados positivos, disse a Reuters Internacional.

No campo das commodities, os estoques de petróleo dos Estados Unidos subiram 7,2 milhões de barris na semana fechada em 26 de junho. As refinarias operaram com quase 80% da capacidade.

Por aqui, o índice PMI, a Balança Comercial e o Índice de Preços ao Produtor também ficaram entre os destaques, bem como os movimentos corporativos internos.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 1,21% aos 96.203 pontos. O giro financeiro ficou em R$28,20 bilhões.

Análise Gustavo Bertotti – Messem Investimentos

“Estamos começando o mês de julho um pouco mais otimistas, depois de um trimestre preocupante. A perspectiva é de uma recuperação, conforme mostraram os índices divulgados hoje. O que se viu lá fora foram alguns países flexibilizando as atividades e já sentindo os efeitos nos números das economias. O trimestre foi bom para a bolsa, para as commodities, com o acordo sobre a produção de petróleo, o emprego nos Estados Unidos apresentou reação um pouco mais positiva e os volumes de recursos disponibilizados pelos bancos centrais também ajudaram a sustentar a crise promovida pelo coronavírus ”, avaliou Bertotti.

Apesar de todos esses fatores, o economista explica que ainda existe muita incerteza sobre o futuro. “A incerteza é muito grande, já que estamos ainda com parte das atividades interrompidas. Mas o que ficou claro, depois do enfrentamento dessa crise muito séria, é que a bolsa brasileira está mais preparada do que nunca para superar os momentos de estresse. Isso é maturidade e dá abertura para avançar ainda mais. Um bom exemplo de que o País está no caminho para superar os desafios foi a aprovação do Marco Regulatório do Saneamento, que poderá elevar ainda mais as empresas do setor como a Copasa, Sabesp e Sanepar. O investidor estrangeiro quer colocar dinheiro em empresas robustas como essas. Ainda acredito que teremos bons resultados no segundo semestre, principalmente, se surgir uma vacina e se forem retomadas as discussões no Congresso sobre as reformas. Sabemos que a volatilidade vai prosseguir, não sabemos sobre uma segunda onda da COVID-19, mas acredito que já passamos pelo pior”, concluiu o economista da Messem Investimentos, Gustavo Bertotti.

Operaram com ganhos
Cyrela Realt ON, alta de 6,31%; Cosan ON, alta de 6,78%; Cielo ON, alta de 6,93%; Ecorodovias ON, alta de 4,63%; e Raia Drogasil ON, alta de 5,20%.

Operaram com perdas
IRBBrasil ON, queda de 18,78%; BRF ON, queda de 1,77%; Gerdau PN, queda de 1,53%; Bradespar PN, queda de 2,48%; e Gerdau Met. PN, queda de 0,56%.

Mais negociadas
IRBBrasil RE ON, queda de 18,78%; Vale ON, queda de 2,25%; Petrobras PN, alta de 0,9%; e Itau Unibanco PN, queda de 1,51%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 04 de maio de 2020 a 04 de setembro de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Vale ON (10,154%), Itauunibanco PN (7,414%), Bradesco PN (5,611%), Petrobras PN (5,610%) e B3 ON (5,405%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou estável aos US$42,04 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em alta de 1,15% e com o barril negociado aos US$39,72 na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em queda de 0,26% a US$99,17 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?