Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa fecha 2020 na alta de 2,9% e ensaia os 120 mil pontos

Data de criação:

access_time 30/12/2020 - 19:05

Data de atualização:

access_time 30/12/2020 - 19:05
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O ano foi desafiador para todos os mercados acionários. A pandemia de coronavírus atingiu o Brasil em meados do mês de março e o investidor viu toda a gordura acumulada no índice principal de bolsa de valores de São Paulo sendo queimado em poucas semanas. Entretanto, o investidor ajustou e reparou as perdas nos meses seguintes, mesmo com a onda de incerteza rondando o mundo e sem nenhuma probabilidade de recuperação da vida antes da Covid-19. O Ibovespa foi amparado das perdas e fechou o ano de 2020 com alta de 2,91%.

Os 120 mil pontos, que estavam nas projeções para janeiro desse ano, só foram conquistados nestas duas últimas sessões, o que acabou promovendo a alta semanal de 1,02%. Já no fechamento de dezembro, apesar dos feriados de Natal e Ano Novo, a valorização do índice foi de 9,29%.

Nesta quarta-feira (30), o benchmark flertou com os 120 mil pontos, mas reduziu novamente a alta na reta final.

Entre as ações com ganhos ficaram as das empresas financeiras, de turismo, companhias aéreas e petroleiras.

Os preços do petróleo ficaram divididos e o do minério de ferro recuou nas negociações da China. Hoje, a Agência de Energia dos Estados Unidos divulgou os estoques de petróleo da semana passada.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 0,33% aos 119.017 pontos. O volume financeiro ficou em R$29,40 bilhões.

“O comportamento de hoje do mercado era esperado, com um rali na abertura, depois a baixa liquidez e um pouco de realização, que foi saudável depois da puxada nos últimos. O bom humor externo foi resolvido com as vacinas, Brexit e pacote de estímulos nos Estados Unidos. Apesar de um ano muito severo, que em alguns momentos deixou o mundo paralisado com a agressividade do vírus, essa reta final dos mercados foi acompanhada de mais de otimismo com as vacinas. A bolsa brasileira performou bem, o fluxo estrangeiro ajudou e o índice conseguiu flertar com os 120 mil pontos. O ano está fechando bem”, finalizou o analista de investimentos da Mirae Asset, Pedro Galdi.

Operaram com ganhos
Cielo ON, alta de 5,99%; Azul PN, alta de 4,33%; PetroRio ON, alta de 3,49%; CVC Brasil ON, alta de 4,31%; e Klabin UNT, alta de 3,48%.

Operaram com perdas
Usiminas PNA, queda de 3,12%; Santander BR, queda de 2,99%; Via Varejo ON, queda de 2,53%; Sid. Nacional ON, queda de 2,15%; e Hering ON, queda de 2,11%.

Mais negociadas
Vale ON, alta de 0,44%; Petrobras PN, alta de 0,25%; IRB Brasil RE ON, queda de 0,37%; Via Varejo ON, queda de 2,53%; e Itau Unibanco PN, queda de 1,46%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 08 de setembro de 2020 a 30 de dezembro de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Vale ON (10,460%), Itauunibanco PN (6,379%), Bradesco PN (5,030%), Petrobras PN (5,623%) e B3 ON (5,329%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou em queda de 0,27% a U$51,49 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em alta de 0,58% aos US$48,30 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no Porto de Qingdao ficou em queda de -1,94% a US$159,85 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?