Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa mantém alta na semana em 1,2% e fica estável na sessão

Data de criação:

access_time 11/12/2020 - 19:22

Data de atualização:

access_time 11/12/2020 - 19:22
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O Ibovespa renovou a alta semanal em 1,21%, com o otimismo do investidor para os ativos de risco, embora com o ambiente político elevando a cautela. Hoje, por exemplo, o relatório da Proposta de Emenda à Constituição, PEC Emergencial, teve a discussão adiada para 2021 e acabou tirando um pouco o brilho dos negócios.

Ao final, o Ibovespa fechou estável aos 115.128 pontos. O volume financeiro ficou em R$27,95 bilhões.

“O mercado devolveu a alta forte de ontem, que é um comportamento normal. O índice fechou a semana com valorização e o fluxo estrangeiro segue entrando na bolsa. Destaco com um ponto relevante, isso ainda na semana, os ajustes dos DIS [juros futuros] depois da decisão do Copom em manter a taxa Selic em 2%, mas já dando pistas de que poderá ocorrer uma alta em 2021. Essa declaração também ajuda na volta do estrangeiro para o mercado brasileiro e reflete também no dólar, que veio para perto dos R$5,00. Porém, mesmo nesse ambiente ainda de otimismo não dá para se certificar de que tudo está bem. Hoje, tivemos o impacto negativo com a PEC Emergencial sendo adiada para o ano que vem, não temos reformas em andamento e, mais ainda, os desacertos políticos estão no radar. A Covid-19 avança e persistem as discussões sobre as vacinas. Já sobre os principais papéis, os da Eletrobras dispararam e na esteira levaram as demais elétricas. O tema privatização da estatal voltou para a pauta”, finalizou o sócio da Monte Bravo Investimentos, Bruno Madruga.

Operaram com ganhos
Eletrobras ON, alta de 5,65%; Eletrobras PN, alta de 4,23%; Equatorial ON, alta de 3,83%; Engie Brasil ON, alta de 3,67%; e Cemig PN, alta de 3,40%.

Operaram com perdas
Lojas Amer. PN, queda de 5,48%; Multiplan ON, queda de 3,58%; PetroRio ON, queda de 3,57%; B2W Digital ON, queda de 3,56%; e YDUQS Part. ON, queda de 3,46%.

Mais negociadas
Vale ON, queda de 0,16%; Petrobras PN, queda de 0,90%; Brasil ON, alta de 1,74%; Bradesco PN, queda de 0,78%; e Magaz. Luiza ON, queda de 1,75%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 08 de setembro de 2020 a 30 de dezembro de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Vale ON (10,460%), Itauunibanco PN (6,379%), Bradesco PN (5,030%), Petrobras PN (5,623%) e B3 ON (5,329%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou estável a US$49,94 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em queda de 0,53% aos US$46,53 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no Porto de Qingdao ficou em alta de 4,28% a US$156,58 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?