Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa renova alta de 1,25% pela segunda semana consecutiva

Data de criação:

access_time 20/11/2020 - 19:01

Data de atualização:

access_time 20/11/2020 - 19:01
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O Ibovespa fechou a semana em alta de 1,25%, a segunda consecutiva, com o fluxo estrangeiro interessante e colocando novamente o país na lista dos emergentes para bons negócios.

Nesta sexta-feira, em dia de agenda esvaziada no cenário doméstico, o investidor local manteve a posição vendida e embolsou lucros com alguns papéis que subiram muito ao longo da semana. O radar permaneceu também nos Estados Unidos, sem nada em definitivo sobre o pacote de ajuda.

Ainda ficou no radar a fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que poderia vender parte das reservas internacionais para saldar o déficit público, o que acabou pesando no mercado cambial, bem como a possibilidade de novo imposto sobre as transações digitais.

Os preços das commodities pesaram nas ações das empresas ligadas ao setor, como as das elétricas. O minério de ferro fechou em alta na China.

Ao final, o Ibovespa recuou 0,59% aos 106.042 pontos. O volume financeiro ficou em R$21,70 bilhões.

“Na semana, o mercado ficou atento ao cenário doméstico, com as informações sobre a economia e com a entrada de fluxo de capital estrangeiro. As notícias sobre as vacinas também ajudaram a alimentar os negócios. Já nesta quinta-feira, as informações nos Estados Unidos de que os democratas e republicanos estavam perto de um acordo sobre o pacote fiscal ajudou na reta final. Porém, hoje, o secretário do Tesouro americano [Steven Mnuchin] desmentiu a informação e disse que o programa de auxílio do Federal Reserve vai terminar em dezembro”, disse o operador da Renascença Investimentos, Luiz Roberto Monteiro.

Para esta sessão, Monteiro destacou as declarações vindas de Brasília. ” O mercado permaneceu atento nos acontecimentos de Brasília, com o ministro Guedes reafirmando a intenção de novo imposto sobre as transações digitais, entre outras. Tudo isso fez o mercado ficar um pouco cauteloso e, ao mesmo tempo, com algumas ações devolvendo as altas de ontem”, conclui.

Operaram com ganhos
P. Açúcar -CDB ON, alta de 4,55%; IRB Brasil ON, alta de 4,34%; Cielo ON, alta de 3,45%; RaiaDrogasil ON, alta de 3,05%; e Cogna ON, alta de 2,81%.

Operaram com perdas
PetroRio ON, queda de 6,07%; GOL PN, queda de 3,91%; Ecorodovias ON, queda de 3,44%; Santander BR UNT, queda de 3,30%; e Lojas Renner ON, queda de 3,20%.

Mais negociadas
Vale ON, alta de 1,06%; Petrobras PN, queda de 0,71%; Bradesco PN, queda de 1,10%; Magaz. Luiza ON, queda de 1,79%; e B3 ON, queda de 1,39%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 08 de setembro de 2020 a 30 de dezembro de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Vale ON (10,460%), Itauunibanco PN (6,379%), Bradesco PN (5,030%), Petrobras PN (5,623%) e B3 ON (5,329%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou em alta de 0,24% a US$45,07 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em alta de 1,03% aos US$42,17 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do minério de ferro negociado no Porto de Qingdao ficou em alta de 0,74% a US$128,83 a tonelada seca.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?