Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Ibovespa surfa na onda externa com coronavírus, balanços e Federal Reserve

Data de criação:

access_time 29/01/2020 - 19:08

Data de atualização:

access_time 29/01/2020 - 19:08
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de valores de São Paulo acompanhou os mercados internacionais e ficou no vermelho nesta quarta-feira. Houve um ajuste técnico, com um pouco de realização de lucros e com o investidor mantendo o radar na disseminação do coronavírus ao redor do mundo. Por fim, as expectativas também ficaram voltadas para o fim da reunião do Federal Reserve.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 0,94% aos 115.384 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 19,95 bilhões.

“A semana começou tensa e as bolsas de ações caíram forte. O exagero, que parecia o pior cenário do mundo, foi compensado ontem. Hoje, os que nós acompanhamos foram ajustes, com papéis que ficaram valorizados, como os da Azul e das varejistas, entrando em realização. Claro que o foco permaneceu no avanço do coronavírus, mas com o mercado também mais tranquilo depois que o governo brasileiro se posicionou. A medida foi muito positiva. Além do mais, a decisão do Fed, que embora precificada em manter a taxa de juros inalterada, também ficou no radar. Por aqui, a temporada de balanços é bem aguardada, bem como as dos Estados Unidos surpreendendo” destacou o sócio da Monte Bravo Investimentos, Rodrigo Franchini.

Operaram com ganhos
MRV ON, alta de 4,67%; RaiaDrogasil ON, alta de 2,98%; Hypera ON, alta de 2,78%; Localiza ON, alta de 2,55%; e as da BBSeguridade ON, alta de 1,74%.

Operaram com perdas
Fleury ON, queda de 4,12%; Azul PN, queda de 4,07%; Mafrig ON, queda de 4,06%; Cielo ON, queda de 4,00%; Braskem PNA, queda de 3,86%.

Mais negociadas
Petrobras PN, alta de 0,17%; Vale ON, queda de 0,88%; ItauUnibanco PN, queda de 1,55%; ViaVarejo ON, queda de 1,30%; Magaz. Luiza ON, alta de 0,53%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 06 de janeiro de 2020 a 30 de abril de 2020, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice: Itauunibanco PN (8,573%), Vale ON (8,189%), Bradesco PN (6,985%), Petrobras PN (6,617%), e B3 ON (4,312%).

Commodities

O petróleo referência Brent ficou em alta de 0,40% a US$60,07 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI ficou em queda de 0,80% aos US$53,05 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?