Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

INDICADORES: Resumo Econômico para quinta-feira

Data de criação:

access_time 19/03/2020 - 15:33

Data de atualização:

access_time 19/03/2020 - 15:33
format_align_left 8 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o resumo da agenda econômica desta quinta- feira (19/03) e que está direcionando o mercado global. O destaque fica com o setor de Trabalho dos Estados Unidos.

ÁSIA

No Japão, a taxa anual de inflação do consumidor caiu em fevereiro devido a uma rápida queda nos preços da energia, segundo dados do Ministério de Assuntos Internacionais e Comunicação divulgados na quinta-feira.

O índice médio nacional de preços ao consumidor (excluindo alimentos frescos) aumentou 0,6% a/a em fevereiro, em linha com a previsão mediana do MNI e mais lento que o ganho anterior de 0,8% a/a. O aumento marca o 38º aumento mensal direto. O CPI geral desacelerou para 0,4% a / a em fevereiro, após um crescimento de 0,7% a / a em janeiro.

Os preços dos ex-produtos perecíveis aumentaram 1,8% a / a em fevereiro, ante 1,9% a / a em janeiro. Os preços dos gastos das famílias subiram 0,3% a / a, muito mais lento que o ganho de 2,8% a / a no mês anterior. Os preços das viagens de fim de ano para o exterior caíram 9,6% a / a, acentuadamente abaixo do ganho de 0,3% a / a de janeiro, devido ao vírus COVID-19, que se espalhou rapidamente.

No Japão, o Índice de Atividade de Todas as Indústrias foi de 104,6, alta de 0,8% em relação ao mês anterior. Por setor, o índice de atividade da indústria terciária foi de 0,8% m / m, o índice de produção industrial foi de 1,0% e o índice de atividade de construção subiu 0,8% a 107,2 em relação ao mês anterior. Os dados são do Governo do Japão.

Na Austrália, o presidente do Banco Reserve anunciou uma série de iniciativas importantes para apoiar a economia australiana e o sistema financeiro. A maioria dessas iniciativas não surpreende. Westpac divulgou uma nota em 16 de março, que estabeleceu sua expectativa para essas iniciativas. A meta de taxa de caixa foi reduzida de 0,5% para 0,25%. Além disso, ele não será aumentado até que o Conselho acredite que foram feitos progressos em direção ao pleno emprego e que a inflação seja sustentável dentro da faixa de 2 a 3% da meta.

EUROPA

No Reino Unido, o Banco da Inglaterra reduziu sua principal taxa de juros para 0,1%, o nível mais baixo desde a sua fundação em 1694, e reativou um programa de estímulo à compra de títulos em resposta ao choque econômico da pandemia de coronavírus. O Comitê de Política Monetária, que conta com nove membros, disse quinta-feira que as medidas foram projetadas “para atender às necessidades das empresas e famílias do Reino Unido ao lidar com a perturbação econômica associada”. O corte na taxa de juros ocorre apenas uma semana após o banco central ter reduzido sua taxa de 0,75% para 0,25% em outra reunião de emergência.

CANADÁ

No Canadá, as vagas de emprego subiram para 7.200 de janeiro a fevereiro, de acordo com o ADP-Canada National Employment Report de fevereiro. O relatório, que é derivado dos dados reais da folha de pagamento da ADP, mede a mudança no emprego total não-agrícola da folha de pagamento todos os meses, com ajuste sazonal.

No Canadá, os novos preços das casas subiram 0,4% no nível nacional em fevereiro. Os construtores relataram que os novos preços subiram em 17 das 27 áreas metropolitanas do censo (CMAs) pesquisadas em fevereiro. Os preços aumentaram mais em Ottawa (+ 1,1%), St. Catharines – Niagara (+ 1,1%), Victoria (+ 1,0%) e Kitchener – Cambridge – Waterloo (+ 0,9%). Os construtores nas quatro CMAs relataram condições favoráveis de mercado como a principal razão para os aumentos. Os preços das novas moradias caíram mais em Regina (-0,5%) em fevereiro. Os preços das novas moradias subiram 1,1% em Ottawa em fevereiro, continuando a tendência ascendente iniciada em outubro de 2017.

ESTADOS UNIDOS

Nos Estados Unidos, as empresas de manufatura relataram um enfraquecimento significativo na atividade regional este mês, de acordo com resultados da Pesquisa de Perspectivas de Negócios de Manufatura do Federal Reserve da Filadélfia. Os indicadores atuais da pesquisa para atividades gerais, novos pedidos e remessas caíram vertiginosamente este mês, coincidindo com os desenvolvimentos relacionados ao coronavírus. O índice de difusão para a atividade atual caiu de uma leitura alta de três anos de 36,7 em fevereiro para -12,7 neste mês, a menor leitura desde julho de 2012.

A porcentagem de empresas que reportam diminuições (30%) neste mês excedeu os aumentos de porcentagem (18%). O índice de novos pedidos também ficou negativo, passando de 33,6 para -15,5. O atual índice de embarques caiu 25 pontos, mas permaneceu um pouco positivo, embora sua leitura atual próxima de zero sugira que os embarques gerais não foram alterados em relação a fevereiro. Os índices de pedidos não atendidos e prazos de entrega entraram em território negativo este mês, caindo 15 pontos e 12 pontos, respectivamente.

Nos Estados Unidos, os pedidos iniciais de auxílio desemprego para a semana fechada em 14 de março ficaram em 281 mil, alta de 70 mil em relação ao nível não revisado da semana anterior, de 211 mil. Este é o nível mais alto para reivindicações iniciais desde 02 de setembro de 2017, quando eram 299 mil. A média móvel de quatro semanas foi 232.250, um aumento de 16.500 em relação à média revisada da semana anterior. Este é o nível mais alto para essa média desde 27 de janeiro de 2018, quando era 234.500. A média da semana anterior foi revisada em 1.750, passando de 214 mil para 215.750. A taxa de desemprego medida pelas solicitações, com ajuste sazonal, é 1,2%.

Nos Estados Unidos, o índice geral do Conference Board (LEI) subiu 0,1% em fevereiro para 112,1, depois de uma alta de 0,7% em janeiro e um declínio de 0,3% em dezembro. “O LEI dos EUA aumentou levemente em fevereiro, mas não reflete o impacto da pandemia do COVID-19, que começou a atingir a economia dos EUA no início de março. O ligeiro ganho em fevereiro veio apenas da metade dos componentes do LEI. Em particular, a recuperação na fabricação, que parecia promissora até fevereiro, terá vida curta devido à interrupção nas cadeias de suprimentos globais e à queda na demanda “, disse Ataman Ozyildirim, diretor sênior de pesquisa econômica do The Conference Board.

O Índice Econômico de Retardo da Conference Board (LAG) dos aumentou 0,4% em fevereiro para 109,1, depois de nenhuma alteração em janeiro e uma queda de 0,1% em dezembro.

“A queda nos preços das ações, a perspectiva dos consumidores sobre as condições econômicas, a produção de novos pedidos, a semana de trabalho média na indústria e o aumento das reivindicações de desemprego começarão a impactar negativamente a economia. Como resultado, a economia já pode estar entrando em um período de contração.”

BRASIL

No Brasil, os dados da Estatística da Produção Pecuária, divulgados pelo IBGE, mostraram que o ano de 2019 foi marcado por recordes no setor agropecuário, com o abate de suínos e na produção de ovos, impulsionados pela demanda da China, que sofre efeitos da peste suína africana.

O abate de suínos alcançou 46,33 milhões de cabeças, aumento de 4,5% em relação a 2018, com alta em 20 dos 25 estados pesquisados, enquanto a produção de ovos chegou a 3,83 bilhões de dúzias em 2019, aumento de 6,3% em relação ao ano anterior, com crescimento em 21 dos 26 estados. Outro recorde foi a produção de leite, que atingiu 25,01 bilhões de litros, alta de 2,3% sobre a quantidade registrada em 2018.

Tradução ID de relatórios oficiais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?