Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ÍNDICES: Mercados acionários, moedas e agendas

Data de criação:

access_time 06/04/2020 - 11:30

Data de atualização:

access_time 06/04/2020 - 11:30
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários e das moedas para esta segunda-feira (06/04).

ÁSIA – Ao final, o índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong ficou em alta de 2,21% a 23.749 e o índice Shenzhen Composite ficou em queda de 0,47% a 1.689. O índice FTSE Straits Times, bolsa de Singapura, ficou em alta de 3,40% a 2.470. O índice S&PASX 200, bolsa de Sidney, ficou em alta de 4,33% a 5.286. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 4,24% aos 18.576 O índice Kospi, Seul, ficou em alta de 2,34% a 1.724. O índice Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em alta de 1,61% aos 9.818.  O índice MSCI Asia Pacific subiu 2,5%.

As bolsas de ações asiáticas voltaram para o campo positivo, mesmo com a escorregada de Wall Street na sexta-feira (03). Os investidores permanecem atentos às medidas adotadas pelos governos ante a pandemia de coronavírus. Em dia de agenda enfraquecida, os ajustes também ocorreram com a China e a Índia em feriados.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 3,15% aos 318. 81 pontos em Londres; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 2,38% aos 5.543 pontos; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 4,86% a 9.988 pontos; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 3,77% a 4.311 pontos; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 3,35% aos 16.934 pontos; o Ibex 35 (Madri) seguia em alta de 3,71% a 6.826 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em alta de 1,17% a 4.019 pontos.

As bolsas da Europa operam com ganhos nesta segunda-feira. Os investidores estão tentando reparar as perdas, ante os sinais de desaceleração do avanço do coronavírus não só na região do euro como também em outras partes do mundo. Entre os países que registraram quedas estão a Itália, Espanha, Alemanha, França e Reino Unido.O euro é segue recuado em 0,33% a US$ 1,0773 e a libra esterlina está em alta de 0,41% a US$1.2274. O comportamento da moeda foi influenciado pela hospitalização do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, embora a assessoria tenha destacado a pernoite como medida de “precaução”. Na região, a agenda está enfraquecida.

ESTADOS UNIDOS: O Dow Jones opera em alta de 5,27% aos 22.146 pontos. O S&P opera em alta de 4,93% aos 2.611 pontos. O Nasdaq opera em alta de 4,80% aos 7.727 pontos.

A bolsa de Nova York abriu em alta nesta segunda-feira. Os investidores estão um pouco mais animados com a propagação do coronavírus diminuindo na cidade de Nova York, que nos últimos dias se tornou o epicentro da doença nos Estados Unidos. Porém, os analistas alertaram que não está claro se isso representaria uma tendência duradoura. O índice DXY segue em alta de 0,33% a 100,90. Os preços do petróleo estão em queda, com a reunião entre os membros do cartel, da Rússia e Arábia Saudita marcada para quinta-feira. A agenda americana está vazia.

BRASIL: O Ibovespa opera em alta de 7,70% aos 74.894 pontos. O dólar comercial opera em queda de 1,63% aos R$5,239 para a venda.

No Brasil, o clima um pouco mais otimista nos mercados internacionais está ajudando a bolsa de valores de São Paulo. A busca pela reparação das perdas da semana passada está embalando o índice, o que está permitindo uma desvalorização do dólar. Enquanto isso, o front político está no destaque do mercado. O Boletim Focus de hoje veio recheado de cautela, com a projeção do PIB escorregando para menos 1,18%. A agenda doméstica esta praticamente vazia.

Commodities

O petróleo referência Brent opera em queda de 1,99% aos US$33,43 o barril negociado na bolsa Mercantil de Futuros de Londres.

O petróleo WTI seguia em queda de 3,53% aos US$27,33 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O preço do ouro segue em alta de 2,18% a US$1.681,60 a onça na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?