Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Modalmais compra plataforma educacional “Investir Juntos”

Data de criação:

access_time 04/12/2020 - 12:06

Data de atualização:

access_time 04/12/2020 - 12:06
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Depois da parceria com o Credit Suisse, o banco digital modalmais anunciou a compra da plataforma de educação financeira “Investir Juntos”, com o objetivo de disponibilizar à sua base de clientes conteúdo gratuito e de qualidade. Com a aquisição, os principais executivos da empresa entram para o time do modalmais, dando ainda mais robustez aos projetos de educação financeira do banco digital. Hoje, o banco digital tem R$ 12 bilhões sob custódia e pretende alcançar R$ 40 bilhões até o final de 2021.

“A compra da Investir Juntos vem para acelerar o processo de investimento em inovação. Com isso, o modalmais dá um importante passo no caminho da democratização da educação financeira e reforça seu pioneirismo no mercado de investimentos”, avalia o co-CEO do modalmais, Cristiano Ayres, que destaca ainda a previsão do banco digital de fechar o 2021 com 2,5 milhões de clientes.

Criada em 2019, a “Investir Juntos” é uma plataforma educacional que personaliza a experiência e aprendizagem do cliente – e, por isso, tornou-se uma das maiores geradoras de clientes digitais interessados não só em investir, mas em aprender. Assim, a parceria garante aos clientes do modalmais o acesso a uma plataforma gameficada, por meio da qual será possível obter conteúdos curados para cada perfil de investidor.

“O modalmais e a Investir Juntos estão em um alinhamento perfeito de propósito. Acreditamos que a nossa forma de conquistar – e manter – o cliente, por meio da educação financeira, é a maneira mais sustentável de crescermos juntos”, afirma o sócio-fundador da “Investir Juntos”, Mário Medina, que continua: “Hoje, muitos clientes deixam os bancos, mas continuam sem saber como investir. A nossa missão é dar a eles autonomia para se tornarem investidores. Com a união ao modalmais, nos tornamos uma plataforma integrada – e o banco se torna um ‘one-stop shop’ para os clientes”.

O objetivo da aquisição é facilitar o caminho educacional trilhado pelos clientes, a fim de, cada vez mais, criar uma oferta de produtos adequados e personalizados para cada um.

“O investimento em educação financeira nos ajuda a ter mais assertividade em nossa oferta de produtos. Passamos a conhecer não só o perfil do suitability do cliente, mas a entender verdadeiramente quem ele é e quais seus objetivos. Assim, conseguimos tornar o nosso atendimento cada vez mais individualizado e personalizado”, conclui Cristiano Ayres.

Mais sobre a “Investir Juntos”
Criada em 2019, por Mário Medina e Alexandre Hannud, a plataforma de educação financeira “Investir Juntos” inovou ao produzir e selecionar conteúdos de acordo com o nível de conhecimento dos investidores. Em menos de um ano de atuação no mercado, foi uma das maiores geradoras de clientes apostando no cuidado às necessidades de cada um e oferecendo, como grande recompensa, uma jornada de educação financeira personalizada.

modalmais
O modalmais foi o primeiro banco digital para investidores do Brasil. Criado em outubro de 2015, tem 1,3 milhão de clientes e R$ 12 bilhões sob custódia, sendo reconhecido como a plataforma com crescimento mais rápido do Brasil. É um dos líderes em número de pessoas físicas que investem na Bolsa, segundo dados da B3. O modalmais disponibiliza em sua plataforma acesso a mais de 400 fundos de cerca de 140 gestores diferentes, num total de 700 produtos disponíveis para os investidores, além das facilidades proporcionadas por um banco digital, tais como conta-salário, cartão de crédito, câmbio, pagamentos e maior alavancagem a partir dos ativos financeiros custodiados.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?