Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Resumo de Empresas da Terra Investimentos para esta terça-feira

Data de criação:

access_time 19/05/2020 - 12:30

Data de atualização:

access_time 19/05/2020 - 12:30
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A Terra Investimentos destaca os principais movimentos corporativos para esta terça-feira (19). Entre as empresas estão as Hermes Pardini e Marfrig

Marfrig (MRFG3)

A receita líquida avançou 26,6% em relação ao 1T19, refletindo o crescimento de 65% nas exportações da Operação América do Sul, e a boa performance da Operação América do Norte. O EBITDA apresentou forte crescimento com excelente margem, se elevando 3,6 p.p., na mesma base de comparação, decorrente da redução de despesas financeiras e menor custo histórico da dívida. Vale destacar que o resultado do 1º trimestre ainda não reflete os impactos da pandemia, dado que as medidas mais restritivas, como fechamento das redes de foodservice e lockdown iniciaram no final do período. O resultado final da empresa, foi fortemente afetado por impactos pelas despesas de variação cambial, todavia foi positivo em R$ 32 milhões quando ajustado das despesas não recorrente do efeito não caixa da baixa dos custos de emissão amortizados.

Hermes Pardini (PARD3)

A receita líquida, no período caiu 8,1% na base de comparação anual. O volume total de exames cresceu apenas 1% no trimestre, com 24,5 milhões. Já o ticket médio caiu de R$ 14,9 por exame para R$ 13,5. O EBITDA ajustado teve baixa de 23%, levando a margem EBITDA a uma queda de 3,2 p.p. A Hermes Pardini registrou queda de 48% no lucro líquido neste 1T20 se comparado ao mesmo período de 2019.

Lojas Renner (LREN3)

A companhia anunciou que ganhou o direito de reaver R$ 1,3 bilhão com correção, depois de ganhar processo sobre exclusão de ICMS da base de cálculo do PIS e da Cofins. Desta forma, a empresa irá reaver, mediante compensação, os valores apurados em relação às competências de novembro/2001 a fevereiro/2017, e que os valores relativos às competências a partir de março/2017 já têm seus efeitos reconhecidos em suas demonstrações financeiras. Entretanto, para aproveitar os créditos o valor ainda deverá ser objeto de habilitação via procedimento administrativo perante a Receita Federal.

B3 (B3SA3)

A companhia acabou perdendo no tribunal ação que moveu para anular auto de infração da RF sobre tributos referentes ao ágio da operação de incorporação de ações da Bovespa Holding, entre 2008 e 2009. A B3 esclarece em seu entendimento é que o Ágio foi constituído regularmente, em estrita conformidade com a legislação fiscal, desta forma, irá recorrer a sentença. O valor atualizado do processo, em 31 de março de 2020, era de R$ 1,3 bilhão.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?