Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street dispara e Nasdaq provoca circuit breaker

Data de criação:

access_time 04/11/2020 - 19:42

Data de atualização:

access_time 04/11/2020 - 19:42
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street renovaram os ganhos nesta quarta-feira, com os investidores pinçando voto a voto da apuração acirrada na eleição americana. Os ganhos exagerados promoveram circuit breaker na noite de ontem com o Nasdaq.

Ao final, o Dow Jones ficou em alta de 1,34% aos 27.847 pontos. O S&P ficou em alta de 2,20% aos 3.443 pontos. O Nasdaq ficou em alta de 3,85% a 11.590 pontos.

A disputa eleitoral surpreendeu e vai entrar para a história americana como uma das mais acirradas e atípicas pelo número de eleitores votantes, em plena pandemia de coronavírus assolando o País.

Os resultados até agora apontam para uma corrida presidencial que permanece muito próxima de ser anunciada, mas com uma série de estados ainda mantendo as contagens.

Enquanto isso, os movimentos  nos mercados futuros ocorreram já durante a noite desta terça-feira. Por volta das 23h00, o Nasdaq atingiu a máxima de 4% e entrou em circuit breaker para limitar ganhos adicionais. Na abertura, o índice sustentou a alta para fechar acima dos 3% com as gigantes de tecnologia.

Entre as ações de tecnologia com ganhos ficaram a Microsoft Corp, alta de 4,82%, Apple, alta de 4,08%, Amazon, alta de 6,32%, Facebook, alta de 8,32%, Alphabet, ganho de 6,09%, e Netflix, alta de 2,00%. As ações da Qualcomm subiram 2,81% com o smartphone 5G obtendo licenciamento de pagamentos.

As ações das farmacêuticas também ganharam força nesta sessão. As da Johnson&Johnson subiram 0,65% e as da Moderna avançaram 1,06%.

Nos Estados Unidos, o emprego no setor privado subiu em 365 mil entre setembro e outubro, de acordo com o relatório ADP National Employment Report. O relatório, que é derivado dos dados reais da folha de pagamento da ADP, mede a mudança no emprego privado não agrícola total a cada mês em uma base ajustada sazonalmente. Mesmo com a alta, a estimativa apontava para 650 mil.

Nos Estados Unidos, o Census e o Departamento de Análises e Estatísticas anunciaram que o déficit de bens e serviços ficou em US$ 63,9 bilhões em setembro, queda de US $ 3,2 bilhões dos US $ 67,0 bilhões em agosto, dado revisado.

As exportações de setembro ficaram em US$ 176,4 bilhões, US $ 4,4 bilhões a mais do que as exportações de agosto. As importações de setembro foram de US $ 240,2 bilhões, US $ 1,2 bilhão a mais do que as importações de agosto.

Veja mais detalhes aqui

*Tradução ID de relatórios oficiais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?