Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street fica estável com Ata do Federal Reserve

Data de criação:

access_time 07/04/2021 - 18:03

Data de atualização:

access_time 07/04/2021 - 18:03
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street ficaram perto da estabilidade nesta quarta-feira (07/04). Os investidores acompanharam o conteúdo da ata da última reunião do Federal Reserve. O discurso de Jerome Powell foi mantido sobre manter a atual política e sem “pressa” de promover um aperto monetário nos próximos meses em meio à pandemia.

Ao final, o Dow Jones ficou estável aos 33.446. O S&P subiu 0,15% aos 4.079. O Nasdaq ficou em queda de 0,07% aos 13.688.

Na ata, o Fed apontou para o apoio contínuo aos mercados financeiros até que a economia se recupere mais ainda da pandemia. Essa postura, reconheceu a autoridade monetária dos Estados Unidos, será mantida mesmo com a melhora econômica e do mercado de trabalho no país.

Na ata, o Fed disse também que espera levar “algum tempo” antes que ocorra qualquer redução gradual no programa mensal de compras de ativos, bem como as taxas de juros elevadas dos níveis atuais [0% e 0,25%].

O otimismo sobre as perspectivas para o clima de negócios tem crescido à medida que mais americanos recebem doses de vacinas. Além disso, o Congresso pretende fornecer medidas de gastos adicionais para ajudar a facilitar a recuperação mais completa da pandemia do coronavírus.

No País, o rastreador de vacina do CDC mostra que 32,6% da população receberam pelo menos uma dose de vacina. Ontem, o presidente Joe Biden disse que o programa de vacinação poderá ser aberto para todos os adultos americanos em 19 de abril, ou seja, antes do calendário anterior de 01 de maio.

Entre os indicadores apresentados hoje, em dia de agenda enfraquecida, ficaram os da balança comercial. O Census e o Departamento de Análises Econômica revelaram que o déficit de bens e serviços ficou em queda de US$ 71,1 bilhões em fevereiro, alta de US$ 3,3 bilhões dos US$ 67,8 bilhões em janeiro, revisado.

As exportações de fevereiro ficaram em de US$ 187,3 bilhões, US$ 5,0 bilhões a menos que as exportações de janeiro, queda em 2,6%. As importações de fevereiro foram de US$ 258,3 bilhões, US$ 1,7 bilhão a menos que as de janeiro, queda em 0,7%.

Nesta sessão, os rendimentos dos títulos caíram um pouco, com o da nota do Tesouro de 10 anos ficando em 1,6%. Essa queda ajudou a puxar as ações de tecnologia.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as do JPMorgan, alta de 1,57%, as da Apple, alta de 1,34%, as da Intel, alta de 1,05%, as da Microsoft, alta de 0,82%, e as da IBM, alta de 0,53%. Na contramão ficaram as ações da Walt Disney, queda de 1,14%, as da Boeing, queda de 1,02%, as da Cisco Systems, queda de 0,49%, e as da Nike, queda de 0,45%.

*Tradução ID com agências internacionais

 

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?