Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street volta para o azul com indicadores e vacinas

Data de criação:

access_time 01/12/2020 - 12:25

Data de atualização:

access_time 01/12/2020 - 12:25
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de Nova York abriu em alta nesta terça-feira. Depois dos ajustes de ontem, os investidores iniciaram dezembro analisando os dados dos PMIs e também com os efeitos das informações sobre vacinas.

As farmacêuticas Pfizer – BioNTech solicitaram à União Europeia autorização para uso emergencial da vacina experimental que desenvolvem e devem fazer o mesmo as entidades reguladoras de Austrália, Canadá e Japão. O pedido, que vem depois do imunizante desenvolvido pelas empresas registrar eficácia de 95% na fase três, já foi feito aos Estados Unidos e ao Reino Unido. A Rússia já começou a vacinar sua população e nos Estados Unidos o processo deverá ser iniciado ainda este mês.

Há pouco, o Dow Jones operava em alta de 1,35% aos 30.042 pontos. O S&P opera em alta de 1,41% aos 3.672 pontos. O Nasdaq opera em alta de 1,17% aos 12.341 pontos.  O índice de dólar seguia em queda de 0,23 a 91,66.

Na Europa, na reta final das negociações, o índice Stoxx Europe 600 opera em alta de 0,78% aos 392.39 pontos. O índice principal de bolsa de Frankfurt, DAX30, estava em alta de 0,83% aos 13.401 pontos.

Sobre as moedas, o euro seguia em alta de 0,65% a US$1.2010 e a libra subia 0,26% a US$1.3365.

*Por Ivonéte Dainese

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?