Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

XP revisa preços e recomendações para os papéis da Petrobras

Data de criação:

access_time 22/02/2021 - 09:48

Data de atualização:

access_time 22/02/2021 - 09:48
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A equipe da XP Investimentos, no relatório corporativo para esta segunda-feira (22), concentrou a análise na possível troca de comando da Petrobras. A indicação pelo presidente Jair Bolsonaro, em rede social na sexta-feira (19), mexeu com os noticiários no final de semana, bem como nos papéis da petroleira negociados na bolsa de Nova York.

Petrobras (PETR4/PETR3)

“A indicação abrupta de uma troca do Presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, pelo general Joaquim Silva e Luna, foi mais um fato que aumenta essa preocupação. Acreditamos que esses acontecimentos voltem a elevar o prêmio de risco do Brasil, e podem impactar a percepção do país por parte dos investidores estrangeiros, afetando não somente a bolsa, mas também o câmbio, a curva de juros futuros e o risco país. Quanto ao Ibovespa, a Petrobras sozinha tem uma participação de 9,8% do índice, ficando atrás apenas da Vale, com 12,7%. A queda nas ações da Petrobras, por consequência, afetará diretamente o índice, mas acreditamos que o impacto possa ir muito além.

A mudança de recomendação reflete o recente anúncio, que aponta para o lado negativo, tanto de uma perspectiva de governança, dados os riscos para a independência de gestão da Petrobras, como também por implicar riscos de que a companhia continue a praticar uma política de preços de combustíveis em linha com referências internacionais de preços, ou seja, que reflitam as variações dos valores de petróleo e câmbio. Em nossa opinião, existem muitas incertezas para justificar uma tese de investimento na Petrobras, e acreditamos que as ações deverão daqui em diante negociar com um desconto mais alto em relação ao histórico e a outras petroleiras globais”, escreveram.

As recomendações das ações da Petrobras saíram NEUTRA para VENDA, com preço-alvo revisado de R$24/ação para PETR4/PETR3 (comparado a R$32/ação anteriormente).

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?