Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Mercados seguindo os EUA

Data de criação:

access_time 11/02/2021 - 18:45

Data de atualização:

access_time 11/02/2021 - 21:45
format_align_left 5 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O dia até que começou bem para a Bovespa e câmbio em queda, mas com investidores ainda bastante ressabiados com o noticiário político envolvendo como viabilizar o pagamento de nova rodada de auxílio emergencial sem ferir o teto de gastos ou outra maquiagem qualquer dos números. O mercado americano também começou o dia bem, com os indicadores de ações batendo novos recordes de pontuação, mas, aos poucos, foi revertendo para negativo, levando junto a Bovespa. Na máxima do dia a Bovespa atingiu 120.282 pontos passando bem perto do que temos anunciado como importante ser superado, o nível de 120.500 pontos do Ibovespa.

Logo cedo, a união Europeia anunciou novas previsões de conjuntura, com o PIB de 2021 projetado em desaceleração para 3,8%, vindo de +4,2%, mas com 2022 acelerando para 3,8%, de projeção anterior de +3%. A inflação estimada para esse ano subindo para 1,4% (ainda abaixo da meta), mas vindo de 1,1%. Lembramos que o PIB do primeiro trimestre, provavelmente negativo, levará a região para recessão técnica, e todos os dirigentes da região são unânimes em ressaltar as incertezas que ainda rondam com a pandemia.

A OPEP em seu relatório mensal também reduziu a previsão de demanda global por petróleo, como já fez ontem a AIE (Agência internacional de Energia). Porém, elevou sua expectativa de crescimento do PIB global de 4,4% em 2021 para 4,8%. Fez o mesmo com o Brasil, agora estimado com +2,9%.

Nos EUA, os pedidos de auxílio-desemprego da semana anterior mostraram contração de 19 mil posições, para 793 mil, enquanto a previsão era de que ficassem em 760 mil pedidos. Já o presidente Joe Biden declarou ter tido ótima conversa com o presidente Xi Jinping, da China, sobre comércio e pandemia. Segundo a porta-voz, Biden pediu maiores informações sobre o vírus para evitar o retorno do mesmo e estudam tarifas com a China, mas sem pressa. Foi anunciado também que Biden vai retirar o estado de emergência na fronteira com o México e vetou verbas para construção do muro.

Na Itália, o maior partido 5 Estrelas (M5S), em votação realizada, e com votação de 59,3%, aceitou integrar novo governo comandado pelo ex-presidente do BCE, Mario Draghi. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 1,31%, com o barril cotado a US$ 57,91. O euro era transacionado em alta para US$ 1,213 3 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,12%. O ouro e a prata com quedas na Comex e commodities agrícolas com viés negativo na Bolsa de Chicago.

Aqui, no ambiente político, continuaram os ruídos sobre de onde sairiam recursos para bancar a nova rodada de auxílio emergencial, que segundo Bolsonaro, deve sair em março e por três ou quatro meses seguidos. Mas aparentemente está descartada a criação de imposto para bancar. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que a equipe de Paulo Guedes está estudando caminhos técnicos para viabilizar. Porém, Arthur Lira, presidente da Câmara, aproveitou para espetar, declarando que incita o ministro Paulo Guedes apresentar uma solução, pois a situação está ficando crítica e sem nada encaminhado até aqui.

Na economia, o IBGE anunciou que o volume de serviços prestados em dezembro encolheu 0,2%, fechando 2020 com contração de 7,8%. A receita bruta nominal de 2020 caiu 7,1%. Já os serviços prestados para as famílias em dezembro caíram 3,6%, e contra igual período anterior, com queda de 25,4%. Isso, junto com vendas no varejo e produção industrial, trazem conotações negativas para o PIB do quarto trimestre e também para o primeiro de 2021.

No mercado, dia de dólar em alta de 0,32% e cotado a R$ 5,39. No segmento Bovespa, da B3, na sessão de 9/2, os investidores estrangeiros alocaram recursos no montante líquido de R$ 57,7 milhões, deixando o saldo positivo de fevereiro em R$ 905,6 milhões e, no ano, de 2021 com ingressos líquidos de 24,5 bilhões.

No mercado acionário, a Bolsa de Londres encerrou com alta de 0,07%, Paris com -0,02% e Frankfurt com +0,77%. Madri com queda de 0,39% e Milão com alta de 0,18%. No mercado americano, dia de Dow Jones com -0,02% e Nasdaq com +0,38%. Na Bovespa, o dia foi de alta de 0,73% e índice em 119.299 pontos.

Na agenda de amanhã teremos a divulgação do IGP-10 de fevereiro, o IBC-Br de dezembro, com a prévia do PIB de 2020 e o Relatório Prisma do Bacen. Nos EUA, sai a confiança do consumidor de Michigan de fevereiro.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?