Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Toc, toc, toc… Alguém aí do outro lado da porta?

Data de criação:

access_time 28/12/2020 - 18:58

Data de atualização:

access_time 28/12/2020 - 21:58
format_align_left 5 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Presidente de férias, ministro Paulo Guedes de férias por 12 dias, Congresso paralisado, Judiciário em recesso (alguns) e Brasil contaminado e sem vacinas. Como vínhamos alertando faz tempo, nada de muito importante seria votado nesse final de ano, exceto algumas despesas adicionais, com Bolsonaro sancionando no final da semana algumas medidas, que poderão ter vetos derrubados. O estamento se esquece que o Brasil tem muita pressa para fazer os ajustes necessários e, principalmente, para começar a imunizar a população. Menos o presidente e outros que já declararam que não tomarão.

Portanto, economia sem respostas mais contundentes, congresso sem votar reformas (a administrativa nem se fala mais) e noticiário escasso. Os mercados também vão parando nesses dias que faltam para fechar o ano. Ocorre que janeiro também parece meio perdido, já que ficaremos por conta das vacinas (ou não), e também com os parlamentares envolvidos na sucessão das duas casas do Congresso, com a Câmara em polvorosa pelas candidaturas de Baleia Rossi e Arthur Lira.

Enquanto isso, no exterior tivemos boas notícias que emularam mercados em alta na sessão de hoje. O acordo do pós-Brexit entre o Reino Unido e a União Europeia, e o pacote de estímulo fiscal que pode ser melhorado, ampliando os auxílios para US$ 2 mil, ao invés de US$ 600, que Trump sugeriu. Na União Europeia, os países membros aprovaram por unanimidade o acordo provisório, enquanto a Escócia reafirmou sua independência do Reino Unido. Já a China disse que os EUA usam Taiwan para interferir em assuntos internos do país.

O dia acabou mostrando desequilíbrios (comuns aos finais de ano) nos mercados de câmbio, juros e Bolsas em alta em praticamente todo o mundo. No mercado internacional, o petróleo começou o dia com boa alta e reverteu para queda na parte da tarde. No final do dia, o óleo WTI negociado em NY mostrava queda de 1,10%, com o barril cotado a US$ 47,70. O euro era transacionado em alta para US$ 1, 221 e notes americanos de 10 anos com taxa de juro de 0,93%. O ouro em queda e a prata em alta na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto na Bolsa de Chicago. O minério de ferro negociado na China durante a madrugada com queda de 1,32% e cotado a US$ 163,85.

No segmento doméstico, o presidente voltou a declarar apoio ao deputado Arthur Lira e tem cerca de 500 cargos para exercer a barganha. Também voltou a afirmar que não podemos ser favoráveis ao PL (Projeto de Lei) que facilita a venda de terras para estrangeiros. A Petrobras voltou a anunciar aumentos do diesel e da gasolina a partir de amanhã.

Na economia, o varejo on-line anunciou que as vendas deste Natal foram 45% maiores que no Natal anterior. Os grandes bancos tiveram resgate de fundos de Renda Fixa de R$ 17,25 bilhões em novembro, quase o mesmo valor do mês anterior de R$ 18,87 bilhões. A pesquisa semanal Focus do Bacen mostrou poucas e positivas alterações, com o PIB em alta em 2021 para 3,69% (2020 igual em -4,40%), taxa Selic subindo para 3,313% em 2021 e produção industrial estável. O saldo da balança comercial de 2020 é que encolheu o superávit para US$ 55,55 bilhões, de anterior em US$ 56,15 bilhões. Aliás, até a quarta semana de dezembro o superávit acumulado estava em US$ 50,23 bilhões, com déficit em dezembro de US$ 800,8 milhões.

Mas o ponto marcante foi a venda de dólares à vista pelo Bacen, depois de a moeda vazar R$ 5,31. O Bacen vendeu US$ 530 milhões, com corte em R$ 5,262. A pressão ocorre por desmonte de posições pressionando na ponta compradora. No encerramento, dólar em alta de 1,12% e cotado a R$ 5,238. Na Bovespa, na sessão de 22/12 tivemos o primeiro saque líquido de dezembro de R$ 193,7 milhões, deixando o saldo positivo do mês em R$ 16,5 bilhões, mas com saídas líquidas no ano de R$ 35,04 bilhões.

No mercado acionário, Londres não teve operação hoje, Paris com alta de 1,20% e Frankfurt com +1,49%. Madri e Milão com altas de respectivamente 0,54% e 0,72%. No mercado americano, o Dow Jones com +0,68% e Nasdaq com +0,74%. Na Bovespa, dia de alta de 1,12% e índice em 119.125 pontos, bem perto da máxima do dia.

Na agenda de amanhã teremos o IGP-M de dezembro que deve ficar com alta no ano de 23,60% (mês em +1,30%), dados da PNAD contínua de outubro com a taxa de desemprego em alta e o resultado primário do governo central em novembro. Nos EUA, os preços de residências Case-Shiller de outubro.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?