Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Velas ao vento

Data de criação:

access_time 05/05/2021 - 19:20

Data de atualização:

access_time 05/05/2021 - 22:20
format_align_left 5 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Mesmo com todos os ruídos provocados pelos depoimentos de ontem e hoje na CPI da covid-19, e também com a leitura do relatório da reforma tributária e dissolução da comissão pelo presidente da Câmara, ainda assim o mercado local quase esbarrou novamente no patamar de 120 mil pontos, batendo, na máxima do dia, 119.733 pontos.

No exterior, novamente preocupação com os recordes seguidos de óbitos na Índia e necessidade de ajuda externa e investimentos para debelar a pandemia. Já no resto do mundo o tema central passou a ser a dúvida se os maiores bancos centrais irão acelerar ajustes na flexibilização monetária e elevação dos juros em prazos mais encurtados.

Ao longo do dia, o BCE (BC europeu), disse estar disposto a ajustar todos os instrumentos para atingir a meta de inflação, mas não deve mudar sua política no curto prazo. O BCE estima a inflação de 2022 voltando para o patamar próximo de 1%. Já Charles Evans do FED de Chicago disse ser preciso mais agressividade para evitar a inflação espremida do Japão e da Europa, fazendo fé que pode andar algum tempo acima da meta de 2%. Loretta Mester do FED de Cleveland declarou que a recuperação está claramente em andamento, com boas perspectivas e espera expansão do PIB entre 6% e 7%.

Ainda nos EUA foi anunciada a nova pesquisa ADP sobre criação de vagas no setor privado em abril, ficando um pouco aquém do previsto, com 742 mil vagas criadas, quando o esperado eram 800000. O PMI do segmento de serviços subiu para 64,7 pontos em abril, e o composto em alta para 63,5 pontos. O ISM de Chicago caiu para 62,7 pontos. Os estoques de petróleo declinaram na semana 8 milhões de barris, mas mesmo assim o petróleo WTI acabou revertendo de alta para queda.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,58%, com o barril cotado a US$ 65,31. O euro era transacionado em US$ 1,20 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,577%. O ouro em alta e a prata próxima da estabilidade e commodities agrícolas com desempenho de alta na bolsa de Chicago.

No cenário local, a CPI da covid-19 provocando ruídos com o depoimento hoje de Teich dizendo ter saída pela insistência no tratamento com cloroquina e não sabendo da produção desse medicamento pelo exército. Já Bolsonaro, tentando tirar o foco abriu nova polêmica com a China, perguntando “que país cresceu o PIB”, e usando a teoria da conspiração falou em guerra química ou biológica. Acrescentou que pode soltar decreto liberando o isolamento, com base no artigo 5º da Constituição, mas que não gostaria de fazer, pois seria cumprido.

Na economia o IBGE anunciou a produção industrial de março com queda de 2,4%, menor que a prevista e contra igual período de 2020 com +10,5%. No ano a produção industrial cresceu 4,4%, mas em 12 meses mostra queda de 3,1%. Destacamos bens de capital em março com contração de 6,9%, mas crescendo sobre igual período 29,6%. Bens de consumo encolheu 11% em março e veículos puxou a queda com -8,4%. A média móvel trimestral mostrou queda de 1%. Tivemos efeitos da piora da covid-19 e também da falta de suprimentos interrompendo a produção.

Já o Bacen anunciou o fluxo cambial de abril com ingressos de US$ 4 bilhões, em boa parte produzido pelo saldo da balança comercial, já que o fluxo financeiro foi positivo somente em US$ 488 milhões. No ano de 2021 o fluxo cambial está positivo em US$ 12,7 bilhões. Os bancos terminaram o mês vendidos em US$ 16,9 bilhões, quando no final de dezembro estavam vendidos em US$ 35 bilhões. A posição cambial líquida fechou o mês em US$ 273,4 bilhões.

No mercado dia de dólar novamente em queda de 1,21% e cotado no fechamento em R$ 5,36. Na Bovespa, na sessão de 03/05, os investidores estrangeiros voltaram a ingressar com recursos no montante de R$ 288,7 milhões, deixando o ingresso líquido do ano de 2021 em R$ 19,5 bilhões.

No mercado acionário dia de Bolsa de Londres com alta de 1,68%, Paris com +1,40% e Frankfurt com +2,12%. Madri e Milão com altas de respectivamente 1,56% e 2,03%. No mercado americano, o Dow Jones com +0,28% (recorde) e Nasdaq com -0,37%. Na Bovespa dia de alta de 1,57% e índice em 119.564 pontos, com destaque positivo para as ações de Petrobras e Itaú.

Hoje ainda teremos a decisão do Copom sobre a Selic que deve subir para 3,5% (+0,75%), mas o comunicado será mais importante e deve vir duro. Na agenda de amanhã aqui teremos o indicador antecedente de emprego de abril, na Alemanha as encomendas à indústria de março e vendas no varejo da zona do euro em março. O BOE (BC inglês) faz reunião de política monetária e, nos EUA, teremos os pedidos de auxílio desemprego da semana anterior, dados da produtividade do trabalho e o relatório de estabilidade financeira de maio, além de discursos de dirigentes do FED.

Boa noite!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?