Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Dia de feriados

Data de criação:

access_time 31/05/2021 - 09:54

Data de atualização:

access_time 31/05/2021 - 12:54
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Primeiro temos que lembrar do recorde batido pela B3 na última sexta-feira ao atingir, na máxima, 125.697 pontos, lembrando que vínhamos apregoando com grande antecipação essa possibilidade. Na semana passada, a B3 emplacou três pregões seguidos de alta e fechou o período com valorização de 2,42%, no ano acumulando alta de 5,50%, mas ainda aquém da valorização de outros mercados importantes do mundo.

Depois, temos que lembrar que hoje é feriado na bolsa de Londres e NY com Memorial Day, e por via de consequência, os mercados perdem bastante da liquidez e do referencial de preços dos ativos. Tudo isso numa semana intensa de divulgação do PIB do Brasil do primeiro trimestre, o payroll americano com a criação de vagas em maio e ainda a reunião de ministros da OPEP.

Hoje, os mercados da Ásia encerraram o dia majoritariamente com altas, Europa operando mista nesse início de manhã e futuros do mercado americano também com comportamento misto. Aqui, há espaço para novas altas e quarto pregão de valorização, mas o dia perder um pouco de força pelos feriados.

Pesam um pouco também a divulgação do PMI industrial na China em maio com queda na margem para 51 pontos (vindo de 51,1 pontos), mas ainda mostrando expansão, já que ficou acima de 50 pontos. Na Turquia, o governo anunciou que o PIB do primeiro trimestre expandiu 7% e a lira turca tinha alta em relação ao dólar. Aliás, o índice DXY do dólar com uma cesta de moedas operava estável e com fraca liquidez.

A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) divulgou relatório de perspectivas econômicas elevando a estimativa do PIB Global para 5,8% em 2021, de anterior em 5,6%. Para o Brasil seguiu projetando expansão de 3,7%.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em NY, mostrava alta de 1,07%, com o barril em US$ 67,03 no último referencial. O euro tinha leve desvalorização, cotado a US$ 1,219 e os notes de 10 anos com taxa em 1,59%, com boa queda na semana anterior. O ouro e a prata com altas na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto.

Aqui, depois de Bolsonaro dizer que a Petrobras estudava fórmulas para tirar a volatilidade dos preços dos combustíveis, a empresa reafirmou a política de preços para o petróleo e derivados. Já o presidente da Câmara, Arthur Lira, voltou a falar em fatiar a reforma tributária, que tem chamado da reforma do possível. Certamente isso não é positivo diante da necessidade de forte ajuste fiscal.

Na agenda do dia, teremos a confiança de serviços e do comércio em maio e a nota de política fiscal. Com feriado nos EUA, não teremos indicadores e durante a noite a China mostra o PMI do segmento de serviços de maio. Expectativa para o dia, a B3 pode conseguir o quarto pregão seguido de alta, mas com liquidez precária, dólar devendo ficar fraco e juros em queda.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?