Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Dia pode ser melhor

Data de criação:

access_time 26/03/2021 - 09:54

Data de atualização:

access_time 26/03/2021 - 12:54
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Ontem, o mercado local reagiu na parte final com a melhora dos mercados nos EUA e perspectiva de aprovação do orçamento de 2021 pelo Congresso. A Bovespa encerrou com alta de 1,50% e índice em 113.749 pontos, dólar com alta de 0,55% e cotado a R$ 5,67; enquanto o Dow Jones fechava com valorização de 0,62% e Nasdaq saindo do negativo, com alta de 0,12%.

Hoje, mercados começando o dia com altas. Na Ásia, Bolsas fecharam a semana com altas acima de 1,50%, Europa começando o dia com valorizações maiores que 0,50% e futuros do mercado americano também no campo positivo. Aqui, chance de mirarmos na volta para os 115 mil pontos, e tentar recuperar o patamar em 117 mil pontos e 118 mil pontos.

Na primeira coletiva de imprensa do presidente Biden tivemos boas notícias, melhorando a meta de vacinação para o dobro, com 200 milhões vacinas nos primeiros 100 dias de governo e falando no pacote de infraestrutura que pretende colocar em discussão e ter apoio bipartidário. Biden disse que a China investe muito mais que os EUA e quer reduzir esse gap. Além disso, segundo declarações de dirigentes regionais do FED, alta de juros somente para o final de 2023 ou 2024.

No Reino Unido, as vendas no varejo de fevereiro cresceram 2,1% e, na Espanha, o PIB do quarto trimestre ficou estável, mas com queda em 2020 de 8,9%. A Alemanha mostrou o índice IFO de confiança empresarial subindo para 96,6 pontos em março, de previsão de ficar em 93 pontos. Os juros dos treasuries americanos é que voltam a subir na sessão de hoje inibindo um pouco os mercados.

No mercado internacional, dia de alta do petróleo WTI em NY de 2,22%, com o barril cotado a US$ 59,86. O euro mostrava alta para US$ 1,179 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,66%. O ouro e a prata tinham altas na Comex e commodities agrícolas com viés de alta na Bolsa de Chicago.

Aqui, ontem, a Câmara e o Senado aprovaram a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2021, mas ficou a sensação concreta da volta da contabilidade criativa para ampliar emendas parlamentares. Na última hora, ainda conseguiram incluir mais, elevando para quase R$ 49 bilhões. Já Rodrigo Pacheco, presidente do Senado voltou a criar clima para sagrar o ministro das Relações Exteriores, pedindo mudanças na política externa.

Bolsonaro falou sobre vacinas em sua live querendo atenuação do isolamento e dizendo que vai antecipar o pagamento de aposentados para impulsionar a economia.

O dia contempla agenda que pode mexer com os mercados. Aqui, a nota do setor externo de fevereiro com saldo de conta-corrente e investimento direto no país em fevereiro e, nos EUA, o saldo comercial, renda e gasto pessoal e PCE de fevereiro e a confiança do consumidor de Michigan de março.

Expectativa de Bovespa em alta acompanhando exterior, dólar mais fraco (mesmo com exterior forte) e juros em queda.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?