Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Semana começando sob tensão

Data de criação:

access_time 12/04/2021 - 09:46

Data de atualização:

access_time 12/04/2021 - 13:01
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Na semana passada, a Bovespa ainda conseguiu fechar com valorização de 2,09% e índice em 117.669 pontos. O dólar registrou queda de 0,61% com a moeda cotada a R$ 5,67. Os mercados americanos bateram sistemáticos recordes de pontuação ao longo da semana.

A nova semana está começando com Bolsas asiáticas encerrando com quedas durante a madrugada, Europa também fraca nesse início de manhã, mas tentando melhorar e futuros do mercado americano com comportamento negativo, mas também buscando melhorar. Aqui seria bom no perdermos o patamar de 115 mil pontos do Ibovespa sob pena de maior precipitação, e ótimo se conseguíssemos superar a faixa de 120 mil pontos. Estamos no meu do caminho.

Será preciso avaliar o lado político tenso do final da semana determinado pelo recorde de óbitos de covid19 e a determinação de instalação de CPI da covid-19 pelo STF, com severas críticas e ofensas de Bolsonaro ao ministro Barroso.

Na zona do euro, foi anunciado que as vendas no varejo de fevereiro cresceram 3%, quando o previsto era alta de 1%. Isso mexe positivamente com os mercados na sequência do dia. O embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, deu entrevista no final de semana dizendo acompanhar a reforma tributária por aqui para ver se é compatível e disse que a entrada do Brasil na OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) depende da preservação ambiental na Amazônia.

Nos EUA, a média de vacinação em sete dias ultrapassa 3 milhões, mas ainda assim cresce o número de contágio. E a vacina Coronavac demonstrou maior eficácia, principalmente com a segunda dose sendo aplicada em maior prazo. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,42%, com o barril cotado a US$ 59,57. O euro era transacionado em alta para US$ 1,19 e notes americanos de 10 anos com juros em 1,65%. O ouro e a prata com quedas na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto na Bolsa de Chicago.

Aqui, seguimos com recordes de óbitos em contágio e o ministro Queiroga vê riscos de oferta irregular de vacinas e insumos até o segundo semestre. O ministério da Saúde pede mais recursos para a pandemia. Sobre a CPI da covid-19, sem conseguir retirar assinaturas, o governo apela para duas estratégias. De um lado implicar governadores e prefeitos, o que é um risco político alto, e de outro obter maioria na comissão para arrastar o funcionamento.

Na economia, a Fipe anunciou o IPC da primeira quadrissemana de abril em alta de 0,79%. Na agenda do dia teremos a nova pesquisa semanal Focus do Bacen e saldo da balança comercial da semana anterior e nos EUA o resultado fiscal de março.
Expectativa para o dia é de Bovespa começando fraca e avaliando risco político, dólar e juros com viés de alta.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?