Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: Acordo pós-Brexit e pacote americano

Data de criação:

access_time 28/12/2020 - 10:47

Data de atualização:

access_time 28/12/2020 - 10:47
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Lembramos que nessas três sessões que ainda restam do ano de 2020 (nos EUA 4 sessões), os mercados vão parando e perdendo liquidez, restando somente operações para ajustes de carteiras e alguma proteção de posições de porte.

No final de semana prolongado pelas festas, dois fatores foram destaques e influenciam os mercados na sessão de hoje. O acordo pós-Brexit firmado entre o Reino Unido e a União europeia, e a novela de final feliz do pacote de estímulo fiscal nos EUA.

Na véspera do Natal, a União Europeia e o Reino Unido anunciaram em entrevista coletiva o acordo firmado que vigorará a partir de 1 de janeiro de 2021 sobre o comércio, incluindo a área de pesca que era o grande empecilho entre os blocos. Mas a Escócia reafirmou sua independência do Reino Unido.

Nos EUA, ontem, Donald Trump assinou o pacote de estímulo fiscal, depois de grande empenho de Biden, no montante de US$ 900 bilhões, com mais US$ 4 trilhões para manter o governo até setembro de 2021, quando encerra o orçamento, e ainda o vale comida para a população.

Nancy Pelosi, presidente da Câmara, diz querer votar ainda hoje o auxílio para a população de US$ 2 mil, ao invés do aprovado que foi de US$ 600.

Na União Europeia, começa hoje a vacinação de 450 milhões de pessoas do bloco e, na China, o lucro industrial de novembro contra igual período de 2019 cresceu 15,5%. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 1,33%, com o barril cotado a US$ 48,87. O euro era transacionado em alta para US$ 1,22 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 0,95%. O ouro e a prata tinham altas na Comex e commodities agrícolas com comportamento de alta na Bolsa de Chicago.

Aqui, Bolsonaro assinou uma série de decretos sobre marco regulatório de saneamento, nova lei de falências com veto parcial, criou empresa pública de navegação aérea, sancionou o Fundeb, etc. Também fez várias declarações polêmicas sobre vacinação e sobre armar o povo. Já o vice-presidente, Hamilton Mourão, testou positivo para covid-19, e está em isolamento no Palácio jaburu.

O dia é de agenda escassa (o noticiário também vai parando) e teremos a nova pesquisa semanal Focus do Bacen e o saldo da balança comercial na semana anterior. Nos EUA, sai o índice de atividade industrial de Dallas.

Expectativa para o dia é de Bovespa em alta e seguindo mercados positivos no exterior que reverberam os dois acordos, podendo recuperar a faixa de 118 mil/ 119 mil pontos do Ibovespa. Dólar ainda pressionado e juros em alta.

*Alvaro Bandeira é sócio e economista-chefe do banco digital modalmais.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?