Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: Brasil: IPCA-15 de julho

Data de criação:

access_time 24/07/2020 - 14:23

Data de atualização:

access_time 24/07/2020 - 14:23
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A inflação medida pelo IPCA-15 teve leitura de 0.3% no mês de julho, abaixo do esperado por nós (0.5%) e pelo mercado (0.52%).

Por dentro do índice, destaca-se principalmente que a evolução positiva foi puxada por preços administrados (+1.28%), enquanto os preços livres permaneceram absolutamente bem controlados (-0.03%). Em 12 meses, os administrados permaneceram em 0.83%, enquanto livres desaceleraram novamente para 2.58%, menor nível desde outubro/2018.

As medidas subjacentes mostram alimentação no domicílio variando -0.02%, menor patamar desde setembro do ano passado, enquanto serviços subjacentes avançaram 0.10% no mês.

A média dos núcleos (seguindo o novo critério do BC) está em 0.11%, maior patamar desde março deste ano. Em doze meses, este indicador mostra variação de 2.01%, a sexta desaceleração consecutiva. Finalmente, o índice de difusão mensal teve leitura de 52.32%, acima do anterior que marcou 47.14%.

O cenário inflacionário segue benigno e a surpresa da leitura de hoje reforça esta avaliação. Tem-se avanço pelo lado dos administrados, enquanto preços livres permanecem bem comportados. A indicação inicial para o Banco Central mostra que a reabertura da economia não provocou uma aceleração imediata dos preços livres.

Soma-se como argumento desinflacionário o desemprego e o elevado grau de ociosidade da economia, elementos que não devem reverter rapidamente. Assim, nossa expectativa permanece de um easing adicional da taxa SELIC.

*Felipe Sichel é  estrategista-chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?