Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: IPCA e o avanço

Data de criação:

access_time 09/06/2021 - 15:38

Data de atualização:

access_time 09/06/2021 - 15:38
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O IPCA de maio avançou 0,83%, acima das nossas expectativas e da mediana do mercado, ambas em 0,71%, e do teto das expectativas em 0,76%.

Nos grupos, os principais avanços em relação a nossa projeção foram transportes (8 bps), alimentação e bebidas (2 bps), artigos de residência (2 bps) e saúde e cuidados pessoais (-2 bps). O avanço do grupo transportes surpreende, já que houve um recuo nas passagens aéreas de 28,33%. O aumento se deve principalmente a combustíveis veiculares com aumento de 4,22%, sendo altas de 23,75% e 12,92 para gás veicular e etanol, respectivamente.

Os preços administrados vieram em linha com nossas expectativas (2,11% vs. 2,13% modal+), por outro lado, a diferença entre expectativa e realizado dos preços livres foi de 12 bps do IPCA. Dentre os preços livres, alimentação no domicílio veio levemente abaixo das nossas expectativas, ou seja, o valor mais elevado corresponde a serviços e industriais mais fortes. Tanto serviços quanto bens industriais subjacentes avançaram no mês.

A média dos núcleos acompanhada pelo BC está em 0,55% e alcançou o maior valor desde dezembro. Já a difusão recuou levemente em relação ao mês anterior (1 pp), ainda que esteja em patamares elevados em 64,5%.

O IPCA do mês é preocupante na medida em que o câmbio recuou 9,6% do início de abril até o final de maio, mesmo assim a inflação de bens industriais continua pressionada. Os repasses aos consumidores dos bens industriais parece que continuará acontecendo uma vez que o IPA-M de produtos industriais estava próximo de 40% no acumulado de 12 meses. A volta do auxílio emergencial em abril e a reabertura da economia também podem pressionar a inflação de serviços. Estamos revisando nossa trajetória de Selic para os próximos meses e essa será divulgada no nosso pré-Copom ao longo da semana.

*Por Felipe Sichel é estrategista-chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?