Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: Mercado com espaço para realizações

Data de criação:

access_time 08/06/2020 - 11:18

Data de atualização:

access_time 08/06/2020 - 11:18
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A semana passada foi excepcional para os mercados de risco em todo o mundo, com a Bovespa registrando valorização de 8,3% (quase tudo que subiu em maio) e fechando em 94.637 pontos, depois de ter batido 97.355 pontos. O dólar observou forte queda semanal de 6,5% com a moeda fechando em R$ 4,99, enquanto o Dow Jones teve alta de 6,50% e o CDS Brasil (espécie de seguro de crédito) encerrou na casa de 225 pontos.

A nova semana começa com a possibilidade de realizações de curto prazo depois de fortes altas e com investidores esperando a decisão do FED sobre política monetária na próxima quarta-feira. Mas também boas expectativas para retomada das economias em diferentes países, sem relatos de segunda onda de contágio pela covid-19, e ainda as expectativas com desenvolvimento de vacinas para antes do final do ano.

Durante a madrugada, o Japão anunciou que o PIB anualizado do primeiro trimestre encolheu 2,2%, confirmando processo recessivo no país. Na Alemanha, a produção industrial de abril mostrou contração histórica de 17,9%, quando o esperado era queda de 16,8%. Nos EUA seguiram as manifestações antirracismo, principalmente em Washington.

No mercado internacional, dia de petróleo WTO negociado em NY em alta de 0,78%, com o barril cotado a US$ 39,86. O euro era transacionado em leve queda para US$ 1,127 e notes de 10 anos com juros em 0,90%. O ouro e a prata em quedas na Comex e commodities agrícolas com altas na Bolsa de Chicago. O minério de ferro na China com forte alta de 4,89% e tonelada em US$ 105,67%, depois da interdição da mina de Itabira da Vale, mas que não afeta seu guidance de 2020.

Aqui, o presidente Bolsonaro preferiu não comentar as manifestações de final de semana, mas hoje no Twitter disse que tentam “deslegitimá-lo” e atrapalhar a governança. Já o guru dos filhos do presidente, Olavo de Carvalho, detonou Bolsonaro nas redes sociais no final de semana. O lado político parece novamente começar a semana de forma calma, mas existem muitas questões pendentes envolvendo STF, TSE e TCU, processo das fakes news e PGR denunciando líder do Centrão Arthur Lira.

Já Carlos Wizard desistiu de assumir secretaria no ministério da Saúde. E a decisão da OPEP+ puxa o preço do petróleo no mercado internacional e ajuda a Petrobras no pré-mercado americano com alta. A FGV anunciou o IPC-S da primeira quadrissemana de junho com deflação de 0,36%, contra anterior em -0,54%. No mercado, expectativa é de Bovespa podendo realizar, mas se tiver fluxo carreado para o mercado pode conseguir tentar aquele patamar de 98 mil /99 mil pontos do Ibovespa. Juros e câmbio pode operar em alta.

*Felipe Sichel é estrategista-chefe do modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?