Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: Produto Interno Bruto do Brasil

Data de criação:

access_time 03/03/2021 - 14:18

Data de atualização:

access_time 03/03/2021 - 14:18
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O PIB brasileiro cresceu 3,2% no quarto trimestre de 2021 em relação ao trimestre anterior, mas fechou o ano em queda de 4,1%, 0,1% acima das expectativas de mercado.

Em relação aos setores, no último trimestre do ano, a Agropecuária caiu 0,5%, Indústria cresceu 1,9% e Serviços subiu 2,7%. Os destaques positivos foram para a Indústria de Transformação (4,9%) e Transporte, armazenagem e correio (6,2%).

Pelo lado da demanda, a Formação Bruta de Capital Fixo teve alta de 20% em relação ao trimestre anterior, acompanhada de aumentos na Despesa de Consumo das Famílias (3,4%), Despesa de Consumo da Administração Pública (1,1%) e da Importação de Bens e Serviços (22%). Por outro lado, Exportação de Bens e Serviços caiu 1,%.

Os números consolidados do ano apontam para a retomada do crescimento após a queda brusca resultante do início da pandemia (-10,9% no segundo trimestre do ano). Contudo, a trajetória de retomada para o ano de 2021 ainda é incerto, pois dependerá principalmente do cronograma de vacinação. Pesam ainda fatores negativos como a ausência de Auxílio Emergencial, possibilidade de redução da mobilidade por conta da pandemia e problemas na cadeia logística de produção nos primeiros meses do ano.

*Por Felipe Sichel é estrategista-chefe do banco digital Modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?