Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Consumo da Famílias na França sobe 3,7% em outurbro

Data de criação:

access_time 27/11/2020 - 13:02

Data de atualização:

access_time 27/11/2020 - 15:23
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Na França, em outubro de 2020, a despesa de consumo das famílias com bens subiu para 3,7% em volume, depois da queda de 4,4% em setembro. Resultado é, portanto, 2,7% superior ao nível de outubro de 2019.

O aumento foi impulsionado pela alta no consumo de alimentos, 7,1%, e no gasto de energia, 6,4%. As compras de produtos manufaturados ficaram praticamente estáveis ​​(-0,1%). Em outubro, o consumo de alimentos recuperou fortemente (+ 7,1% após –4,7%).

As despesas aumentaram para todos os produtos, especialmente carnes e produtos processados. Um aumento acentuado no consumo de tabaco também contribuiu para esse aumento. Os dados são do Instituto Nacional de Estatísticas e Estudos Econômicos.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (CPI) no acumulado do ano deve subir 0,2% em novembro de 2020, depois da estabilidade no mês anterior, de acordo com estimativa provisória feita no final do mês pelo INSEE. Esse aumento da inflação deve ser resultado da aceleração dos preços dos serviços e dos alimentos.

Os preços da energia devem cair no mesmo ritmo do mês passado. Os preços do fumo devem desacelerar e os dos manufaturados devem cair de forma mais acentuada. No acumulado de um mês, os preços ao consumidor devem subir 0,2%, depois de ficarem estáveis ​​no mês anterior.

*Tradução ID

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?