Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Federal Reserve mantém taxas de juros dos EUA

Data de criação:

access_time 17/03/2021 - 15:23

Data de atualização:

access_time 17/03/2021 - 15:23
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O Comitê de Mercado Aberto, Fomc na sigla em inglês, do Federal Reserve, encerraram a reunião de política monetária e decidiram manter as taxas de juros inalteradas, conforme esperado pelos analistas.

“O Fed está empenhado em usar toda a sua gama de ferramentas para apoiar a economia dos EUA neste momento desafiador, promovendo assim suas metas de emprego máximo e estabilidade de preços. A pandemia COVID-19 está causando enormes dificuldades humanas e econômicas nos Estados Unidos, bem como em todo o mundo. Depois de uma moderação do ritmo de recuperação, os indicadores de atividade econômica e de emprego subiram recentemente, embora os setores mais afetados pela pandemia continuem fracos. A inflação continua abaixo de 2%. As condições financeiras gerais permanecem acomodatícias, em parte refletindo medidas de política para apoiar a economia e o fluxo de crédito para famílias e empresas dos EUA”

De acordo com o comunicado, o Fomc vê que a trajetória da economia dependerá significativamente do curso do vírus, incluindo o progresso das vacinações. A atual crise de saúde pública continua pesando sobre a atividade econômica, o emprego e a inflação, e apresenta riscos consideráveis ​​para as perspectivas econômicas.

“O Comitê busca atingir o nível máximo de emprego e inflação à taxa de 2% no longo prazo. Com a inflação persistentemente abaixo dessa meta de longo prazo, o Comitê terá como objetivo atingir a inflação moderadamente acima de 2% por algum tempo, de forma que a média da inflação seja de 2% ao longo do tempo e as expectativas de inflação de longo prazo permaneçam bem ancoradas em 2%. O Comitê espera manter uma postura acomodatícia da política monetária até que esses resultados sejam alcançados”, escreveram.

O Comitê decidiu manter a faixa da meta para a taxa de fundos federais em 0 a 0,25% e espera que seja apropriado manter essa faixa da meta até que as condições do mercado de trabalho atinjam níveis consistentes com as avaliações do Comitê de emprego máximo e inflação suba para 2% e está a caminho de exceder moderadamente 2% por algum tempo.

Os membros reiteraram que o Fed continuará com as compras de títulos do Tesouro em pelo menos US $ 80 bilhões por mês e em títulos garantidos por hipotecas de agências em pelo menos US $ 40 bilhões por mês até que um progresso substancial tenha sido feito em direção ao emprego e preço máximos do objetivo de estabilidade do Comitê. Essas compras de ativos ajudam a promover o funcionamento regular do mercado e condições financeiras acomodatícias, apoiando assim o fluxo de crédito para famílias e empresas.

“Ao avaliar a postura apropriada da política monetária, o Comitê continuará a monitorar as implicações das informações recebidas para as perspectivas econômicas. O Comitê estaria preparado para ajustar a orientação da política monetária conforme apropriado, caso surgissem riscos que pudessem impedir o cumprimento dos objetivos do Comitê. As avaliações do Comitê levarão em conta uma ampla gama de informações, incluindo leituras sobre saúde pública, condições do mercado de trabalho, pressões e expectativas inflacionárias e desenvolvimentos financeiros e internacionais”, finalizaram os membros do Fomc no comunicado.

A votação para essa decisão foi por unanimidade, mas o mercado espera por mais detalhes na coletiva de imprensa com o presidente do Fed, Jerome Powell.

*Tradução ID do relatório do Federal Reserve

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?