Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Índice de Preços Industriais da Alemanha recua 2,2% em maio

Data de criação:

access_time 19/06/2020 - 11:11

Data de atualização:

access_time 19/06/2020 - 11:11
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Na Alemanha, em maio de 2020, o índice de preços ao produtor industrial diminuiu 2,2% em comparação com o mês correspondente do ano anterior. Em abril, a taxa anual de variação foi de queda em 1,9%, conforme divulgado pelo Departamento de Estatísticas – Destatis. Comparado com o mês anterior, em abril, o índice geral caiu 0,4% em maio de 2020 (-0,7% em abril).

Os preços da energia como um todo diminuíram 7,9% (-1,2% em relação a abril de 2020). Anualmente, os preços dos derivados de petróleo caíram 27,5%. A queda foi de 3,1% em relação a abril de 2020. Grande parte dessa queda provavelmente se deve ao declínio na demanda durante a pandemia de COVID-19. Os preços do gás natural (distribuição) diminuíram 13,4%.

O índice geral, desconsiderando a energia, caiu 0,3% em maio de 2019 e caiu 0,2% em relação a abril de 2020.

Os preços dos bens intermediários caíram 2,6% em relação a maio de 2019 (-0,1% em abril de 2020). Os preços caíram principalmente em relação ao ferro básico, aço e ligas de ferro (-9,6%), bem como papel e cartão (-5,8%) e produtos químicos básicos (-8,2%).

Os preços da farinha de cereais caíram 3,5%. Por outro lado, os preços de metais preciosos aumentaram 25,6% em relação a maio de 2019. Os preços de artigos de concreto, cimento e gesso aumentaram 3,7%.

Os preços dos bens de consumo não duráveis ​​aumentaram 1,3% em relação a maio de 2019 (-1,1% em abril de 2020). Os preços dos alimentos subiram 1,5% em maio de 2019.

O preço do açúcar aumentou 17,5%. Os preços de carnes e derivados aumentaram 14,1%. Por outro lado, os preços dos suínos frescos ou refrigerados caíram 7,2% (-12,5% em abril de 2020). Além disso, os preços de derivados do leite, como manteiga, caíram 25,2% em relação a maio de 2019 e os preços das batatas processadas e conservadas caíram 8,6% em maio de 2019.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?