Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Número de Vagas de Emprego subiu 5,9 milhões em junho nos EUA

Data de criação:

access_time 10/08/2020 - 12:56

Data de atualização:

access_time 10/08/2020 - 12:56
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Nos Estados Unidos, o Departamento do Trabalho divulgou, nesta segunda-feira, que o número de vagas de emprego, em junho, subiu para 5,9 milhões. As contratações caíram para 6,7 ​​milhões em junho, mas ainda era o segundo nível mais alto da história das séries. O maior aumento mensal nas contratações ocorreu em maio de 2020.

O total de separações aumentou para 4,8 milhões, sendo que a taxa de demissões aumentou para 1,9%, enquanto a taxa de dispensas permaneceu inalterada em 1,4%. Essas mudanças no mercado de trabalho refletiram uma retomada limitada da atividade econômica, que havia sido reduzida em março e abril devido à pandemia do coronavírus e aos esforços para contê-la. O comunicado do Departamento do Trabalho inclui estimativas do número e da taxa de vagas, contratações e separações para o setor não agrícola total, por setor e por quatro regiões geográficas.

Vagas de emprego

No último dia útil de junho, o número de vagas abertas aumentou para 5,9 milhões, mais 518 mil, enquanto a taxa foi pouco alterada em 4,1%. As vagas de emprego aumentaram em vários setores, com os maiores aumentos em hospedagem e serviços de alimentação, alta de 198 mil, outros serviços em alta de 69 mil, em artes, entretenimento e recreação mais 34 mil. As vagas de emprego diminuíram na construção em 70 mil e na área de educação, governo estadual e municipal, foram menos 26 mil.  O número de vagas de emprego aumentou nas regiões Nordeste e Centro-Oeste.

Contratações

Em junho, o número de contratações diminuiu para 6,7 ​​milhões (-503.000), o segundo nível mais alto da história das séries, a alta das séries ocorreu em maio desse ano. A taxa de contratações de junho caiu para 4,9%. As contratações diminuíram em vários setores, com a maior queda em outros serviços (-326 mil), seguido por saúde e assistência social (-282 mil) e construção (-181 mil). As contratações aumentaram em profissionais de serviços (255 mil), alojamento e alimentação (78 mil) e governo estadual e minicipal, excluindo educação. O número de contratações diminuiu na região Oeste..

Coronavirus

O impacto da pandemia nos dados da pesquisa sobre vagas e rotatividade de mão de obra em junho de 2020. A coleta de dados para a pesquisa JOLTS foi afetada pela COVID-19. Enquanto 42% de dados são geralmente coletados por telefone no centro de coleta de dados JOLTS, a maioria dos entrevistados por telefone pediu para relatar eletronicamente. No entanto, a coleta de dados foi prejudicada devido à incapacidade de alcançar alguns entrevistados, que normalmente respondem por telefone. A taxa de resposta do JOLTS, em junho, foi de 47%, enquanto as taxas de resposta antes da pandemia eram da média em 54%.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?