Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Payroll dos EUA sobe para 245 mil e taxa de desemprego cai para 6,7%

Data de criação:

access_time 04/12/2020 - 12:19

Data de atualização:

access_time 04/12/2020 - 18:44
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Nos Estados Unidos, o total de emprego não agrícola – Payroll subiu para 245 mil em novembro e a taxa de desemprego caiu para 6,7%, conforme mostrou nesta sexta-feira o Departamento do Trabalho. O indicador veio abaixo da estimativa de 480 mil, mas ainda é o maior em seis meses.

De acordo com o governo americano, essas melhorias no mercado de trabalho refletem a retomada contínua da atividade econômica que havia sido restringida devido à pandemia do coronavírus (COVID-19) e os esforços para contê-la. No entanto, o ritmo de melhoria do mercado de trabalho ficou moderado nos últimos meses.

De acordo com o comunicado,em novembro, os ​​ganhos de empregos ocorreram em transporte e armazenagem, serviços profissionais e comerciais e saúde. O emprego diminuiu no governo e no comércio varejista.

Com a queda na taxa de desemprego em 6,7%, ou seja, 8,0 pontos percentuais em relação à alta recente em abril, o resultado está 3,2 p.p acima de fevereiro, ou seja, antes do início da pandemia de coronavírus.

O número de desocupados, 10,7 milhões, continuou com tendência de queda em novembro, mas é 4,9 milhões superior ao de fevereiro.

Em novembro, os ganhos médios por hora para todos os funcionários em folhas de pagamento privadas não agrícolas aumentaram $9 centavos para US $ 29,58. Os ganhos médios por hora da produção do setor privado e dos funcionários sem supervisão aumentaram $ 7 centavos para US $ 24,87.

A semana de trabalho média para todos os funcionários no Payroll ficou inalterada em 34,8 horas em novembro. Na manufatura, a semana de trabalho diminuiu 0,2 hora para 40,3 horas e as horas extras diminuíram 0,1 hora para 3,1 horas. A semana de trabalho média para funcionários de produção e não-supervisores no Payroll permaneceram inalterados em 34,2 horas.

A mudança no total do Payroll em setembro foi revisada para cima em 39 mil, de mais 672 mil para mais 711 mil, e a mudança para outubro foi revisada para baixo em 28 mil, da alta de 638 mil para a alta de 610 mil. Com essas revisões, o emprego em setembro e outubro combinados ficou em 11 mil a mais do que o relatado anteriormente.

*Tradução ID com Departamento do Trabalho dos EUA

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?