Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

PMI de Manufatura do Brasil subiu para 53,7 pontos em maio, diz IHS Markit

Data de criação:

access_time 01/06/2021 - 17:36

Data de atualização:

access_time 01/06/2021 - 17:36
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Apesar do aumento dos casos da COVID-19 e das restrições locais em andamento para conter a disseminação do vírus, o setor industrial do Brasil retomou o ritmo de expansão em maio. As empresas notaram um aumento modesto nas vendas, o que as encorajou a ampliar a produção, comprar mais insumos e contratar mais trabalhadores.

Atingindo 53,7 em maio, acima dos 52,3 de abril, o Índice Gerente de Compras do setor industrial da IHS Markit para o Brasil (PMI) apontou para uma melhoria adicional na saúde do setor. A análise acima de 50 refletiu o crescimento renovado dos índices de produção e de novos pedidos, juntamente com aumentos sustentados nos índices de emprego e de estoque de insumos. Enquanto isso, o desempenho dos fornecedores piorou nitidamente, ainda que ao patamar menos elevado em 10 meses.

As expectativas dos negócios também melhoraram na metade do segundo trimestre.
Em relação aos preços, houve moderação nas taxas de inflação dos preços de insumos e da produção, mas permaneceram mais acentuadas do que qualquer outra observada antes da pandemia (desde o início da coleta de dados em fevereiro de 2006).

As expectativas dos negócios melhoraram para uma alta de três meses em maio. Além disso, o nível geral de confiança ficou acima de sua média de longo prazo. As empresas esperam que o progresso da vacinação, a diversificação de produtos, os investimentos e uma redução nas interrupções na cadeia de suprimentos sustentem o crescimento da produção ao longo dos próximos 12 meses.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?