Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Vendas de Casas subiram 5,9% nos EUA em julho

Data de criação:

access_time 27/08/2020 - 13:08

Data de atualização:

access_time 27/08/2020 - 13:08
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Nos Estados Unidos, as vendas pendentes de casas em julho alcançaram mais um mês de atividade contratual positiva, marcando três meses consecutivos de crescimento, de acordo com a National Association of Realtors – NAR.

Cada uma das quatro principais regiões viu ganhos nas transações pendentes de vendas de casas, tanto mês a mês quanto ano a ano.  Um indicador prospectivo de vendas de casas baseado em assinaturas de contratos, aumentou 5,9% para 122,1 em julho.

Em relação ao mesmo período do ano anterior, as assinaturas de contratos cresceram 15,5%. Um índice de 100 é igual ao nível de atividade contratual em 2001.

As estimativas da associação é de que as vendas de casas existentes aumentem para 5,8 milhões no segundo semestre. Essa recuperação esperada elevaria o nível de vendas de casas existentes para o ano inteiro para 5,4 milhões, um ganho de 1,1% em comparação com 2019.

As projeções são de que as vendas de casas existentes cheguem a 5,86 milhões em 2021, apoiadas por uma economia esperada para subir 4% e um ambiente de baixa taxa de juros, com a taxa média de hipoteca de 30 anos de 3,2%.

“Curiosamente, os Realtors estão me dizendo que não há falta de clientes ou pessoas que procuram casas, mas que o estoque escasso continua sendo um problema”, disse o economista-chefe do NAR, Lawrence Yun. “Se 20% mais casas estivessem no mercado, teríamos 20% mais vendas, porque a demanda é alta.” O economista acrescentou que espera que o setor comece a atingir a média de 1,35 milhão, isso ainda em 2020, e aumente para 1,43 milhão em 2021.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?