Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

O que fazer com a Selic subindo?

Data de criação:

access_time 16/03/2021 - 14:25

Data de atualização:

access_time 16/03/2021 - 11:35
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Para quem está com dinheiro alocado na poupança, conforme a Selic vai subindo, a rentabilidade segue a mesma tendência. A rentabilidade da poupança é de 70% da taxa Selic.

Investimentos da categoria pós-fixado passam a ter uma rentabilidade maior com a subida da taxa, dado que esses investimentos também são atrelados à Selic.

Já para os investimentos de categoria pré-fixado, é preciso estar atento à subida da Selic. Isso porque existe uma relação inversamente proporcional entre a taxa Selic e o valor do investimento pré-fixado: quando a taxa sobe, o preço ou valor da aplicação pré-fixada cai, mas essa relação só é absorvida se o investidor resgatar a aplicação antes do vencimento acordado.

O ideal é sempre levar esse tipo de investimento até a sua data de encerramento. A orientação aqui é que o investidor pré-fixado acompanhe a precificação dos seus investimentos para não precisar resgatar algo antecipadamente com prejuízo.

A dica para aplicação em renda variável, em ações ou fundos de ações, também é acompanhar de perto a subida da taxa Selic.

Quando ocorre a elevação da taxa, a tendência é de um movimento de migração de parte dos valores que estão em ações para a renda fixa, para isso o investidor precisa vender esses papéis, colocando uma pressão vendedora nesses ativos e derrubando os preços. Assim como recentemente tivemos o movimento de queda de juros e migração do capital para renda variável, o inverso também pode ser verdadeiro.

Por fim, quem está em estratégias mais diversificadas, como fundos multimercados ou alocações internacionais, não tem com o que se preocupar.

No caso dos fundos multimercados, a equipe de gestão dos fundos deve se posicionar para tentar ganhar dinheiro com a subida dos juros – podendo, ainda, alavancar um ganho percentual muito maior do que o número absoluto dos juros, que podem subir ao longo dos próximos meses.

*Deibert Fernandes de Aguiar é Assessor de Investimentos da Terra Investimentos

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?