Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Google: o que você precisa saber para investir na GOGL34

Data de criação:

access_time 12/02/2021 - 19:16

Data de atualização:

access_time 01/03/2021 - 18:27
format_align_left 10 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Investir em uma empresa como o Google pode ser uma excelente opção para quem procura em um companhia, solidez e experiência em seu mercado, sendo uma das pioneiras no segmento.

O Google é uma empresa presente em diversos países. Porém, sua sede está situada nos Estados Unidos — em um local conhecido como Vale do Silício, no estado da Califórnia — e suas ações são negociadas por lá, na Bolsa de Valores americana.

Então, como investir nessa grande empresa do segmento tecnológico? É o que mostraremos neste conteúdo. Continue lendo!

 

Google e o seu posicionamento de mercado

O Google é uma empresa mundialmente conhecida por fornecer um pacote de aplicações úteis na vida de pessoas físicas e jurídicas espalhadas por todo o mundo. Quem pensa que a empresa é um simples portal de pesquisa está completamente enganado.

Ela possui uma vasta suíte de aplicativos, que vão muito além das simples pesquisas de termos e conteúdo na internet. Entre as funcionalidades mais famosas, encontram-se o YouTube, Gmail, o Google Drive e a sua plataforma de anúncios, chamada Google Adwords.

Logo, o Google está posicionado no mercado digital fornecendo conteúdo, entretenimento e ferramentas de gestão pessoal e empresarial. Na prática, a empresa está presente no dia a dia de muitas pessoas.

Não é raro encontrar aqueles que tenham endereços eletrônicos do Gmail, ou que conheçam e utilizem o YouTube ou outras das aplicações fornecidas pelo Google.

 

Abertura de capital do Google

Antes de tratar um pouco sobre os números da empresa e como investir nela, vale a pena ressaltar como aconteceu a abertura de capital na Bolsa de Valores americana.

Diferentemente de outras empresas de tecnologia, o Google já era muito lucrativo quando abriu o seu capital, no ano de 2004. Para ter uma ideia, em 2003, a empresa já havia registrado receita superior a US$ 960 milhões, um lucro de US$ 107 milhões no mesmo período.

Mesmo assim, o preço da oferta pública inicial (IPO) foi motivo de muita dúvida. Inicialmente, esperava-se que os papéis tivessem o valor fixado entre US$ 108 e US$ 135. Ocorre que, no dia do IPO, as ações começaram a ser negociadas ao preço de US$ 85.

Porém, isso não durou muito tempo, e, já no primeiro dia de negociação, a cotação das suas ações superou os US$ 100.

A empresa conseguiu levantar, nesse movimento, cerca de US$ 1,9 bilhões. Atualmente, cada ação do Google, em muitos momentos, ultrapassa consideravelmente a barreira dos US$ 1 mil, fazendo com que o valor das ações tenha sido elevado mais de 20 vezes desde o seu lançamento.

 

Números da empresa

Como já começamos a tratar dos números dessa grande empresa de tecnologia, destacaremos, com mais detalhes, como foram os últimos fechamentos financeiros dela.

Antes de entrarmos nessa questão dos números, é importante saber que a empresa que administra o Google e todas as suas aplicações é a Alphabet. Portanto, esses números são divulgados de forma consolidada pela empresa.

Durante o ano de 2020, muitas empresas de tecnologia tiveram um grande avanço em seus resultados, especialmente pelo fato de muitas pessoas terem ficado mais tempo em casa devido a pandemia do novo coronavírus, consumindo mais conteúdos digitais ou comprando em e-commerces espalhados pelo Brasil e pelo mundo.

O Google, portanto, não poderia ser diferente. No terceiro trimestre de 2019, ele saltou de um lucro de 7,1 bilhões para 11,3 bilhões de dólares, totalizando um aumento de 59% em relação ao período anterior.

Em termos de valor de mercado, ou valuation, a empresa é avaliada em, aproximadamente, 110 bilhões de dólares, sendo uma das 50 mais valiosas do mundo, competindo o posto com outras big techs, como a Apple, Amazon, Microsoft e Samsung.

Uma curiosidade que vale a pena destacar acerca dos números do Google é que a empresa possui a maior reserva de caixa de Wall Street. Ou seja, é um dinheiro disponível que pode ser acionado a qualquer momento e que não está comprometido com nenhuma obrigação de longo prazo.

No final do ano de 2019, esse montante chegava a ultrapassar os 110 bilhões de dólares, como foi divulgado pela Financial Times e publicado pelo site TecMundo. Esse é mais um número que mostra a capacidade incrível de geração de resultados dessa empresa e a sua solidez no mercado.

Ter um grande capital registrado no caixa de uma companhia proporciona muita segurança e um mar de oportunidades de investimentos que podem ser feitos para que essa empresa cresça cada vez mais dos próximos anos.

 

Vantagens de investir no Google

Entendidos os principais números do Google, vale apenas destacar algumas das principais vantagens de investir nessa empresa. Veja quais são elas!

 

Possibilidade de diversificação

Sem dúvidas, uma das principais vantagens de investir em uma empresa sólida como o Google é a possibilidade de diversificação de seus investimentos. Você certamente já deve ter ouvido a frase “nunca coloque todos os ovos em uma única cesta”. Afinal, se ela cair de sua mão, todos os ovos serão perdidos.

Isso é perfeitamente aplicável no universo dos investimentos. Quando você diversifica o seu capital, não corre o risco de prejudicar consideravelmente o montante, caso apenas um deles perca o valor.

Nesse sentido, eventuais quedas no preço de papéis de algumas empresas que você tem em sua carteira ações podem ser suprimidas pela valorização de outras, mantendo seu capital em uma variação positiva na maior parte do tempo.

 

Segurança

Investir em empresas consolidadas no mercado em que atuam e que apresentam resultados positivos frequentemente, traz certo nível de segurança quando comparamos esse fator em empresas que apresentam o contrário. Você percebeu, nos números que mencionamos, que se trata de uma empresa sólida e que atua em um mercado que está em constante crescimento.

É claro que, os riscos inerentes a qualquer aplicação de renda variável, existem mesmo em ações de empresas como o Google. No entanto, as chances de os resultados da empresa afetarem negativamente os preços de suas ações são reduzidos quando tratamos de companhias que se encontram nesse estágio de crescimento e solidez.

 

Rentabilidade

Para que uma empresa tenha resultados tão expressivos como os que mencionamos anteriormente, é natural que a rentabilidade que ela proporciona em suas ações seja elevada da mesma forma.

Ou seja, se os resultados em termos de lucro são favoráveis, é natural que o preço das ações também acompanhe esse aumento, gerando rentabilidade para o investidor. É claro que, quando se trata de lucratividade no mercado de ações, existe uma série de fatores que precisam ser avaliados.

Porém, sem dúvidas, os números relacionados ao porte da empresa, seu valor de mercado e lucratividade dizem muito sobre o potencial de rentabilidade em suas ações.

 

Facilidade de aplicação

Por fim, podemos destacar como benefício de investir nesse tipo de empresa a facilidade em termos de acesso a companhias estrangeiras, sem que haja a necessidade de envio de recursos para outro país – um processo que pode não ser tão simples e ainda se tornar custoso para o investidor.

No próximo tópico, discorreremos com mais detalhes sobre esse assunto e como você pode investir em empresas como o Google, sem ter que abrir uma conta no exterior.

 

Formas de investir no Google

Para investir no Google, você tem duas opções. A primeira seria ao abrir uma conta em uma corretora americana, enviar recursos para ela por meio de uma remessa de câmbio e, por fim, comprar as ações da empresa, como é feito no Brasil.

Por outro lado, você pode comprar ativos referenciados em ações do Google, sem ter todo esse trabalho, como mencionado no parágrafo anterior. Isso pode ser feito por meio dos BDRs.

Basicamente, eles são certificados que representam as ações da empresa no exterior, porém são ativos negociados na Bolsa de Valores brasileira. Em outras palavras, significa que você compra, no mercado brasileiro, um ativo que representa os resultados das ações do Google negociadas nos Estados Unidos.

Os BDRs são uma grande evolução para o mercado de capitais no Brasil, pois possibilitam que companhias gigantescas, como o Google, possam ser negociadas, mesmo que indiretamente, por investidores brasileiros, de forma prática e acessível.

Para investir em BDRs do Google, você precisará:

  • Abrir uma conta em um banco de investimentos que ofereça as ferramentas necessárias para a negociação de ativos de renda variável;
  • Enviar os recursos que pretende investir, o que pode ser feito por meio de TED ou PIX;
  • Acessar seu Home Broker, digitar o código do BDRs do Google no campo de pesquisas de ativos (GOGL34 para BDRs de ações de GOOGL Classe A, que concedem direito de votos aos titulares das ações nos Estados Unidos, ou GOGL35, os BDRs das ações de GOOG Classe C, que não concedem os direitos mencionados), inserir a quantidade e enviar a ordem de compra.

Como você pôde perceber, investir no Google ou em outras empresas estrangeiras não é tão complicado quanto parece. Com os BDRs, é possível ter acesso a títulos vinculados às ações dessas companhias e aproveitar todas as suas vantagens.

Quer começar a investir nessa empresa ainda hoje, abra a sua conta no modalmais e veja como podemos ajudá-lo.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe-o em suas redes sociais. E para não perder nenhuma novidade, assine nossa newsletter gratuita e fique por dentro dessa e de outras notícias.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?