Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Com 33 milhões de eleitores, SP é maior colégio eleitoral do Brasil

Data de criação:

access_time 15/11/2020 - 17:11

Data de atualização:

access_time 15/11/2020 - 17:11
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Maior colégio eleitoral do país, o estado de São Paulo deverá ter recebido hoje (15) a votação de 33.564.294 eleitores nas eleições municipais. Só na capital, o município com o maior eleitorado do país, são 8.986.687 eleitores aptos a votar, número que supera individualmente o eleitorado de 21 estados brasileiros e do Distrito Federal. Os dados são do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

Na capital paulista, a disputa pela prefeitura ocorreu entre 13 candidatos: Andrea Matarazzo (PSD), Antônio Carlos (PCO), Arthur do Val Mamãe Falei (Patriota), Bruno Covas (PSDB), Celso Russomanno (Republicanos), Guilherme Boulos (PSOL), Jilmar Tatto (PT), Joice Hasselmann (PSL), Levy Fidelix (PRTB), Márcio França (PSB), Marina Helou (Rede), Orlando Silva (PCdoB), e Vera (PSTU). Para a Câmara dos Vereadores, foram 2.001 pedidos de registro para concorrer a uma vaga.

Estado
A maioria do eleitorado paulista, considerando os 645 municípios do estado, é composta por mulheres (52,9%); já a faixa etária com maior número de votantes é a entre 30 e 39 anos (20,9%), seguida pela de 40 a 49 anos (19,26%), mesma proporção dos eleitores de 60 a 70 anos (19,26%). Borá, município que fica a cerca de 480 quilômetros da capital, tem o menor colégio eleitoral do estado, com apenas 1.061 eleitores.

Segundo o TRE-SP, devido a ampliação do horário de votação, que nesta eleição, em São Paulo, será das 7 às 17 horas, os maiores de 60 anos terão até as 10h horário preferencial para votar. Os demais eleitores também poderão votar nesse período, mas a Justiça Eleitoral pede para que deixem para comparecer a partir das 10h, em respeito à preferência.

Estabelecimentos prisionais
A Justiça Eleitoral paulista instalaou 51 seções em estabelecimentos prisionais e unidades de internação para que 2.642 detentos pudessem  votar. Desse total, 2.249 são presos provisórios e 393 correspondem a menores infratores.

Os municípios que terão seções em estabelecimentos prisionais são: Andradina, Avaré, Caraguatatuba, Cerqueira César, Diadema, Franca, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Itatinga, Itirapina, Jaú, Mauá, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Ourinhos, Pirajuí, Potim, Santo André, São José dos Campos, São José do Rio Preto, São Paulo, São Vicente, Sorocaba, Suzano, Taubaté, Tremembé e Votorantim.

Informações Ag. Brasil

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?