Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

DATAFOLHA mostra queda em 54% no desempenho de Jair Bolsonaro na Pandemia

Data de criação:

access_time 17/03/2021 - 10:03

Data de atualização:

access_time 17/03/2021 - 10:10
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta terça-feira (16/03), no site da “Folha de S.Paulo”, aponta que 54% dos entrevistados avaliam como ruim ou péssimo o desempenho do presidente Jair Bolsonaro na gestão da crise provocada pelo novo coronavírus. Na pesquisa anterior, realizada em janeiro, esse índice era de 48%.

Pelo levantamento, 22% destacam como ótima ou boa a condução do presidente no enfrentamento à pandemia. O resultado anterior apontava para 26%.

54% – ruim ou péssima a atuação de Bolsonaro na pandemia; em janeiro eram 48% e dezembro 42%;
22% – ótima ou boa, em janeiro eram 26%;
24% – regular, em janeiro 25%.
1% Não soube responder.

De acordo com a pesquisa, 43% dos entrevistados acreditam que Bolsonaro é o
principal culpado pela situação da crise sanitária. Nesta terça-feira (16), o Brasil registrou 2.798 mortes por Covid-19 em 24 horas, novo recorde.

Sobre quem é o principal culpado pelo avanço da pandemia?

43% a responsabilidade é de Jair Bolsonaro;
17% os governadores;
9% os prefeitos;
6% a população;
5% todos;
11% nenhum; e
6% não sabe.

Quem deveria ser o responsável por combater a pandemia?

42% o presidente Jair Bolsonaro;
205 os governadores;
17% os prefeitos;
1% a população;
15% todos;
1% nenhum; e
1% não sabe.

Quem está combatendo melhor a pandemia?

16% o presidente Jair Bolsonaro;
38% os governadores;
28% os prefeitos;
0% a população;
2% todos;
10% nenhum; e
6% não sabe.

Desempenho do Ministério da Saúde na crise?

39% Ruim ou péssimo;
28% ótimo ou bom;
32% regular; e
1% não sabe.

A pesquisa foi realizada por telefone entre os dias 15 e 16 de março, quando foram ouvidas 2.023 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?