Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Mercados acordam de mau humor

Data de criação:

access_time 21/09/2020 - 09:51

Data de atualização:

access_time 25/11/2020 - 17:35
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A semana foi de grande volatilidade nos principais mercados de risco do mundo por conta de noticiário não tão positivo, vencimento quádruplo no mercado americano (futuros e opções) e preparação do vencimento de opções que ocorre hoje no segmento Bovespa. Mas no conjunto da semana, mercados operaram próximos da estabilidade, com a Bovespa fechando o período em queda de 0,07% e índice em 98298 pontos, dólar com alta de 0,74% e cotado a R$ 5,38, e Dow Jones literalmente estável.

Hoje, mercado operando em completo mau humor com fortes perdas nesse início de manhã. Na Ásia, mercados em queda, exceto a bolsa de Tóquio, com leve alta de 0,18%, Europa operando com elevadas perdas e futuros do mercado americano, seguindo a mesma trilha de queda, mas afastado um pouco das mínimas alcançadas. Aqui encerramos a semana muito próximos do patamar importante de 98000 pontos, que se perdido pode acelerar vendas, rumo aos 94000 pontos ou até mais abaixo.

Motivo: a aceleração de contaminação pelo covid-19 em diferentes regiões e países como Índia, França e Reino Unido e denúncias de que instituições financeiras tradicionais da Europa e bancos americanos teriam movimentado recursos ilícitos. O setor bancário cai forte na Europa e o EYF do Brasil EWZ já mostra queda de mais de 2,0% nos EUA.

Nos EUA, as plataformas TikTok e Wechat conseguiram impedir banimento e suspensão de baixar Apps nos EUA e, aparentemente, o acordo aceito por Trump para o TikTok colocaria a plataforma em condição de desbancar o Facebook. Já o Irã rejeita a tentativa americana de restabelecer sanções junto a ONU e a Rússia diz ter preliminarmente fechado acordo de venda de vacinas contra o covid-19 com mais de 10 países.

O novo primeiro ministro do Japão, Suga, quer incrementar acordos comerciais com os EUA, e a China manteve juros de referência estáveis pelo quinto mês seguido. A taxa dos LPRs está em 3,85%. Já o BCE (BC europeu) diz que vai fazer reunião para ampla revisão do programa de compras emergenciais que hoje está no nível de 1,35 trilhão de euros, basicamente com relação à duração e transferência de operações.

No mercado internacional, o petróleo não ajuda em nada o dia, com queda do [óleo WTI em NY de 2,41% e barril cotado a US$ 40,12. O euro operava em queda para US$ 1,178 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 0,66%. O ouro e a prata também estavam em quedas na Comex, mesmo com a aversão ao risco correndo solta e commodities agrícolas com comportamento misto na bolsa de Chicago.

Aqui, ex-chanceleres apoiam críticas de Rodrigo Maia ao Itamaraty por visita do secretário Mike Pompeo em Roraima, por conta de soberania e subserviência manifestada aos EUA. O ministério da Justiça vai mandar a Força Nacional para tentar evitar queimadas na região do Pantanal.

A semana é cheia de eventos importantes como a divulgação do IPCA-15 de setembro, uma prévia da inflação oficial e relatório trimestral de inflação (RTI), muitas declarações de dirigentes do FED e indicadores internacionais. A expectativa inicial de hoje é de: Bovespa em queda e seguindo o exterior, dólar em alta e juros também em alta. Há larga preocupação com relação a taxa de inflação em alta e dificuldades de rolagem de dívidas mais longas.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?