Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Conteúdo por:

Paulo Guedes e o PIB

Data de criação:

access_time 01/09/2020 - 18:42

Data de atualização:

access_time 25/11/2020 - 18:14
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

No mercado local foram esses os dois vetores os responsáveis pelo comportamento dos investidores ao longo da sessão, devolvendo um pouco da queda e do pessimismo de ontem, causado pela divulgação do PLOA de 2021. Bovespa forte por aqui e dólar fraco, junto com os juros, ajudados também pelo comportamento do mercado americano.

No cenário externo, com a deflação surpresa na zona do euro de -0,2%, muito provavelmente o BCE será pressionado para fazer novas rodadas de flexibilização monetária. Nos EUA, o indicador de atividade industrial ISM de agosto subiu para 56 pontos, vindo de 54,2 pontos, enquanto o PMI industrial também de agosto mostrou alta para 53,1 pontos, na maior expansão desde janeiro de 2019.

A diretora do FED, Brainard, discursou dizendo que as condições da economia americana são favoráveis, mas também citou a enorme incerteza que ronda o futuro. O secretário do Tesouro dos EUA, Steve Mnuchin, segue acreditando ser possível trabalhar num pacote fiscal bipartidário no Congresso e espera que isso possa ocorrer já na próxima semana. Com essas declarações, o dólar voltou a subir no mercado internacional.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,68%, com o barril cotado a US$ 42,90. O euro era transacionado em queda para US$ 1,192, depois de ter começado o dia em alta, enquanto o notes americano de 10 anos tinha taxa de juros de 0,68%. O ouro e a prata beirando a estabilidade na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto na Bolsa de Chicago. O minério de ferro negociado na China fechou durante a madrugada em leve alta de 0,15%, com a tonelada em US$ 124,66.

No segmento doméstico, tivemos a divulgação do PIB do segundo trimestre com contração de 9,7%, pouco maior que a mediana das previsões. Contra igual trimestre de 2019 mostrou queda de 11,4%. Destaque negativo para o segmento industrial com queda de 12,3% e positivo para o agropecuário com +0,4%. A indústria extrativa contribuiu também com expansão de 6,8%, basicamente pela maior produção de petróleo e recuperação do minério de ferro depois de Brumadinho.

Parece claro que isso não significa muito em função da pandemia, mas é bom atentar para a contração da formação bruta de capital fixo com -15,4% e a fraca taxa de investimento em relação ao PIB de 15%, que teoricamente preparam o futuro dos próximos trimestres. Citamos ainda o consumo das famílias em queda de 12,5% e de governo com -8,8%. Tudo perfeitamente explicado pela pandemia, mas alguns agentes voltaram a ampliar a previsão de queda do PIB em 2020, muito embora o segundo semestre se apresente melhor e Paulo Guedes insistindo em recuperação em “V”.

Mas os investidores deram mais ênfase ao encontro de Bolsonaro e Paulo Guedes com as lideranças dos partidos, fechando auxílio emergencial de R$ 300 até dezembro e cacifando a perseguição de reformas, inclusive dizendo encaminhar a administrativa na próxima quinta-feira. Guedes acrescentou que a discussão de rever teto de gastos não pode acorrer com a dívida chegando perto de 100% do PIB.

No mercado, dia de dólar fraco como previsto com a moeda em queda de 2% e cotado a R$ 5,38. Na Bovespa, na sessão de 28/8, os investidores estrangeiros alocaram recursos no montante de R$ 373,5 milhões, deixando o saldo positivo de agosto em R$ 1,45 bilhão, mas com saídas líquidas em 2020 de R$ 83,46 bilhões.

No mercado acionário, dia de queda da Bolsa de Londres de 1,70-%, na volta de feriado, Paris com -0,18% e Frankfurt com +0,22%. Madri e Milão com quedas de respectivamente 0,18% e 0,20%. No mercado americano, o Dow Jones com +0,76% e Nasdaq com +1,38.%. Na Bovespa, dia de recuperação de 2,82% e índice em 102.167 pontos, no meio do intervalo de oscilação dos últimos dois meses.

Na agenda de amanhã teremos o IPC da Fipe de agosto, o IPP (Preço do Produtor) de julho e fluxo cambial da semana anterior. Nos EUA, a nova pesquisa ADP sobre criação de vagas no setor privado que antecede ao Payroll de sexta-feira, as encomendas à indústria de julho, dados do Livro Bege e PMI de serviços; além de discursos de dirigentes do FED.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?