Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

IPCA e o rendimento da Poupança

Data de criação:

access_time 09/06/2021 - 14:58

Data de atualização:

access_time 09/06/2021 - 14:58
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Economatica, plataforma de informações financeiras, destacou que a rentabilidade da poupança descontada a inflação, que é  medida pelo IPCA, em 12 meses no mês de maio de 2021 foi de menos 6,0%. Isso significa que o poupador teve perda de poder aquisitivo.

O poupador vem tendo perdas de poder aquisitivo acumuladas a 12 meses desde o mês de setembro de 2020. Vale acrescentar que a perda de poder aquisitivo em maio de 2021 é a 9ª consecutiva. Não registrávamos queda de poder aquisitivo em níveis de -6,0% desde o mês de outubro de 1991 quando o poupador perdeu -9,72% em 12 meses.

A maior sequência de meses em queda de poder aquisitivo, dentro da amostra, aconteceu entre fevereiro de 2015 e setembro de 2016 com 20 meses de perda de poder aquisitivo em 12 meses.

“Tivemos outras duas sequencias de queda de poder aquisitivo de 12 meses seguidos. A primeira ocorreu entre os meses de novembro de 2002 e outubro de 2003 e outra entre os meses de janeiro de 2013 e dezembro do mesmo ano”, destacou a Economatica.

Aplicações

De janeiro a maio desse ano, apenas o Ibovespa teve valorização acima da inflação medida pelo IPCA com ganho de 2,74%, todas as demais aplicações listadas tiveram perda de poder aquisitivo.

O índice de fundos imobiliários registrou a maior queda, 4,93%, seguido pelo IMA-B Total, queda de 4,22%, e Ouro, queda de 3,12%

Em 12 meses, o Ibovespa teve o melhor desempenho com ganho de poder aquisitivo de 33,64% acima do IPCA seguido pelo IHFA (Índice de fundos multimercados) com 2,99%. O dólar teve a maior perda, 10,77%, e a Poupança tem o segundo pior desempenho, queda de 6,0%.

No mês de maio de 2021, o Ibovespa ficou com o melhor desempenho sobre o IPCA, alta de 5,28%, seguido pelo ouro com alta de 2,59%. O dólar teve o pior desempenho, queda de 3,97%, seguido pelo Euro e pelos fundos IFIX, queda de 2,37%.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?