Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: Bolsa de Valores – Como o Ibovespa deve fechar 2019?

Data de criação:

access_time 26/12/2019 - 12:39

Data de atualização:

access_time 26/12/2019 - 13:39
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Abrindo 2019 em 76.402,08 pontos. O Ibovespa acumula alta de 30,99% neste ano, e alcançou um novo recorde, chegando a mais de 115 mil pontos, puxado em muito pelo resultado positivo do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que apontou a criação de 99.232 novas vagas de emprego, melhor resultado desde 2010. Entre os principais motivos que indicam o bom resultado anual, estão os sucessivos cortes na taxa Selic, que incentivam o investidor a procurar outras alternativas, fora da renda fixa.

Fernando Bergallo, Diretor de Câmbio da FB Capital, estima que o ano se encerre na mesma faixa atual e pontua que diversos fatores positivos puxaram a alta, como as políticas monetárias que foram estabelecidas este ano e a participação do investidor brasileiro. “Uma série de questões positivas no cenário econômico doméstico, então, o Ibovespa deve seguir nos 115 mil pontos, a alta ainda é muito motivada pelo investidor brasileiro, sem uma grande participação de capital estrangeiro”, afirma. Para Bergallo, há a expectativa de ultrapassar os 200 mil pontos nos próximos dois anos. “Podemos ter uma perspectiva, de que, caso o cenário externo melhore, a gente consiga tentar mirar acima de 200 mil pontos em um horizonte de 1 ou 2 anos”, finaliza o Diretor de Câmbio da FB Capital.

Para Jefferson Laatus, Estrategista-Chefe do Grupo Laatus, o Ibovespa deve fechar na mesma média de seu último recorde. “Nas circunstâncias atuais da economia, creio que 115 mil pontos será a média do ano que vem”. Laatus aponta que a média se dá pelo fato do mercado estar próximo ao fechamento. “A alta em muito se dá pela participação brasileira nos investimentos, algo que foi notável ao longo do ano, mas a média fica assim, pois o mercado já está praticamente parando hoje”, afirma o Estrategista-Chefe.

André Alírio, Operador de Renda Fixa e Economista da Nova Futura Investimentos, afirma que o índice deve ficar na média de 120 mil pontos. “O Ibovespa tem tudo para fechar o ano em 120 mil pontos, mesmo com a pressão inflacionária, é um bom patamar para o fechamento do ano”. Alírio pontua que a reação aos dados que indicam uma recuperação da economia brasileira deveria ser maior. “A recuperação está em andamento, e as taxas de desemprego estão caindo. Creio que a reação inicial aos dados positivos deveria ser maior”, afirma. Para Alírio, a reação atual deve se manter por algum tempo. “Apesar de ser um pouco menos que o esperado, a bolsa nesta média deve se manter por um período”, finaliza Alírio.

Redação

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?