Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

ANÁLISE: Ibovespa pode voltar aos 120 mil pontos neste ano?

Data de criação:

access_time 15/07/2020 - 14:48

Data de atualização:

access_time 15/07/2020 - 14:48
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

O Ibovespa superou, nesta quarta-feira (14), a marca de 100 mil pontos, com alta de 1,77%, mas ainda está distante dos 119.527 mil pontos, alcançado em 23 de janeiro deste ano.

João Beck, especialista em investimentos e sócio da BRA, considerado um dos melhores escritórios de renda variável da XP Investimentos, acredita que a Bolsa tem refletido a reabertura da economia.

“O mercado financeiro olha a longo prazo. A clareza da abertura das economias e a sensação de voltar ao normal faz o mercado financeiro antecipar o movimento de retomada”, diz o especialista.

Para Beck, apesar do cenário ainda ser indefinido, o momento atual é positivo a longo prazo, o que pode fazer com que o Ibovespa continue se valorizando rapidamente até encontrar próximo ponto de resistência.

“Depois que rompemos a resistência dos 97.690 pontos, devemos ter uma boa aceleração até os 108 mil pontos antes de frear um pouco o crescimento”, explica.

Para João, com os juros baixos, o melhor caminho para conseguir rentabilidade no momento a longo prazo é o da renda variável. “Não tem como falar de Bolsa sem falar da queda de juros, fator que não torna favorável a renda fixa. Com a taxa de juros atual, o caminho continua a renda variável para quem busca melhor rentabilidade no longo prazo”, diz.

Segundo ele, é importante que o investidor busque empresas sólidas no mercado para fazer investimentos com segurança: “Ele deve olhar a longo prazo e escolher as empresas mais fortes do mercado”.

*João Beck é assessor de investimentos e sócio da BRA, um dos maiores escritórios credenciados da XP Investimentos.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?