Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

B3: Pessoa Física pode contar com mais 12 BDRs de ETFs a partir de hoje

Data de criação:

access_time 29/03/2021 - 11:10

Data de atualização:

access_time 29/03/2021 - 11:10
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Conforme informou a administração da B3, nesta segunda-feira (29/03), agora o investidor individual Pessoa Física poderá acessar mais 12 BDRs de ETFs,  somando então 23 disponíveis. Os produtos são atrelados a ETFs iShares geridos pela BlackRock, gestora global de ativos financeiros.

De acordo com a B3, as novas estratégias incluem uma gama ampla de exposições a setores pouco representados no mercado brasileiro, como tecnologia, saúde e biotecnologia, assim como opções de ETFs de ações Europeias e de mercados emergentes. A nova oferta também inclui uma estratégia ESG focada em mercados emergentes, depois do sucesso do BEGU39, que investe em ações americanas e representa 25% do total negociado desde o lançamento da plataforma.

“Desde setembro de 2020 lançamos na B3 39 BDRs de ETFs e 23 deles já estão disponíveis para a pessoa física. Isso comprova o alto poder de adaptação que o mercado de capitais brasileiro tem e o interesse da pessoa física pelo acesso a ativos no exterior. Os BDRs de ETFs complementam as carteiras dos investidores, dando, além de exposição a diferentes setores, diversificação geográfica e de moedas, o que torna a carteira do investidor de varejo mais robusta.”, afirma Felipe Paiva, diretor de Relacionamento com Clientes e Pessoa Física da B3.

Inicialmente restritos para investidores qualificados (aqueles com capital investido superior a R$1 milhão), os 12 BDRs de ETFs seguem a esteira da nova regra da Comissão de Valores Mobiliários – CVM para negociação dos BDRs, anunciada em setembro de 2020. Desde então, está autorizado o lançamento de ativos com lastro em ETFs e que os investidores em geral também possam acessá-los.

“Sabemos que os benefícios de investir em mercados globais têm estado fora do alcance de muitas pessoas. Com esse lançamento, damos mais um passo em direção ao nosso objetivo de tornar o investimento internacional mais fácil e acessível para todos.”, avalia Carlos Takahashi, Presidente da BlackRock no Brasil.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?